Brasil e mundo
Publicada em 02/12/2019 - 17h37min

Os 'anjos da guarda'

A morte do pai, em 1974, abalou as estruturas da família do mogiano Benedito Lemos. Mesmo sendo filho único - não tão comum na época - o cirurgião dentista conta que além da dor da perda, a morte do pai atingiu em cheio os rendimentos financeiros da casa. "Papai era bancário do Banco Cidade de São Paulo, que depois foi comprado pelo Banespa e hoje é o Santander. Ele teve um infarto; era diabético. Ficou afastado e por um tempo não havia conseguido voltar a trabalhar. Eu via a tristeza nele. O médico dele, o doutor Aristides, que fundou o Hospital Santana, dizia que ele não podia voltar a trabalhar. Com isso, o rendimento familiar caiu muito porque ele ficou às custas do INSS. E, nesta época, eu queria muito fazer Odonto. Na época, aqui em Mogi, tinha o curso à noite. Para piorar ainda mais, o meu avô, pai da minha mãe - que tinha comércio e poderia me ajudar- também morreu", detalhou.
Foi aí que Lemos diz ter recebido a ajuda necessária de pessoas que ele considera "anjos da guarda". "Então, meu sogro, que é um segundo pai para mim, me deu um emprego para que eu pudesse pagar a faculdade. Ele tinha uma empresa de montagem industrial. Me diverti muito nesta época; fui escriturário, almoxarife, motorista de caminhão, operador de guindaste e rodava a rodovia Dutra carregando máquina", lembrou, com nostalgia.
Nos anos seguintes, o mogiano ainda recebeu mais ajuda dos "anjos". "No terceiro ano, fui trabalhar com o meu primo dentista, o Raul. Ele me pagava também. Eu era registrado e tudo mais. No quarto ano eu encontrei mais um anjo da guarda; o doutor Jairo Zendron, e eu fui auxiliá-lo para fazer extração dentária para o INSS, lá no Hospital Regional de Ferraz. O que eu ganhava indo apenas em uma manhã de um único dia da semana dava para eu pagar a faculdade", detalhou.
O mogiano de riso fácil então ingresso na universidade e se formou em 1979. Em fevereiro do ano seguinte, ele seguiu para a Universidade de São Paulo (USP), para a Faculdade de Odontologia. "De 1980 a 1981 eu fui estagiário. Depois fui contratado pelo departamento de cirurgia da faculdade, mais precisamente na disciplina de Traumatologia Maxilo Facial, que é a minha especialidade. Dou aula na USP, na faculdade de Odontologia, há 38 anos. Passei pela UBC no curso de Odonto, onde dei aula entre os anos de 2000 e 2006, onde cheguei a diretor dos cursos de Odonto, Enfermagem e Tecnologia e Radiologia. Também fui professor do curso de Medicina na UMC, entre 2006 e 2007, na disciplina de Anatomia Geral", finalizou.
Compartilhe

Video

Mais vistos