Brasil e mundo
Publicada em 30/11/2019 - 01h26min

Na Ilha Marabá

Exposição da Mata Atlântica ocorre hoje

Foto: Aurelio Sobreiro/PMMC

Crianças são incluídas para entenderem a importância
Os mogianos que quiserem ver a exposição "Biodiversidade da Mata Atlântica", na Ilha Marabá, podem visitar o espaço hoje, das 9 às 14 horas. A mostra conta com espécies coletadas por alunos do curso de Biologia da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), que atuam como monitores e dão explicações detalhadas aos visitantes. A entrada é gratuita.
Além disso, quem for ao local também pode passear na trilha da Ilha Marabá, que dá acesso à margem do rio Tietê. No local, técnicos da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente também fazem demonstrações práticas, como a que simula o efeito da chuva em áreas com e sem mata.
O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima, lembra que a exposição foi aberta no dia 20 de novembro, durante o evento de apresentação do Plano Municipal da Mata Atlântica (PMMA). Como a exposição atraiu um grande número de pessoas, ele solicitou à UMC uma prorrogação do prazo - o que foi atendido pela universidade: "É uma ação de educação ambiental e as pessoas que vêm aqui na Ilha Marabá estão gostando muito", explicou.
Mata Atlântica
Apresentado no dia 20 de novembro, na Ilha Marabá, o Plano Municipal da Mata Atlântica está disponível no site da Prefeitura de Mogi das Cruzes para ser lido, analisado e receber sugestões. Os interessados podem fazer contribuições para o plano até fevereiro do ano que vem, quando uma reunião do Conselho Mogiano de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Comoma) analisará todas as sugestões e fará a votação do documento.
O plano é um instrumento legal que direciona a ação dos municípios na conservação e recuperação da vegetação nativa da Mata Atlântica, previsto pelo artigo 38 da Lei da Mata Atlântica (11.428/06). "O evento de lançamento, na Ilha Marabá, foi um sucesso e recebeu um ótimo público, com estudantes, professores, ambientalistas e autoridades. Agora estamos recebendo sugestões para aprimorar o documento", explicou o secretário Daniel Teixeira de Lima.
Compartilhe

Video

Mais vistos