Cidades
Publicada em 16/11/2019 - 17h31min

manutenção

Empresa fará serviço de tapa-buraco em Ferraz

Processo de licitação deverá ocorrer no próximo dia 26; contrato de trabalho é de 12 meses

Após tentativa frustrada de montar uma equipe própria para fazer os serviços de tapa-buraco na cidade, a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos planeja contratar uma empresa especializada no assunto. O processo de licitação com essa finalidade deverá ocorrer no próximo dia 26. O contrato de 12 meses está avaliado em um pouco mais de R$2 milhões. O último fechado com a empresa Center Leste com validade de seis meses custou R$1,5 milhão.
Aliás, essa contratação da referida prestadora de serviço acabou sendo o estopim para a convocação dos secretários municipais de Governo, da Fazenda e de Serviços Urbanos, respectivamente, Lucas Pimenta Bertagnolli, Silvana Francinete da Silva e Neudir Ferreira da Rocha. Por isso, os representantes do Poder Executivo compareceram a câmara na última terça-feira.Na ocasião, eles foram questionados por vereadores por conta da péssima qualidade do fechamento de buraco.
Autor do requerimento aprovado, por unanimidade, em agosto passado, Renato Ramos de Souza (Cidadania), o Renatinho Se Ligue fez críticas contundentes a empresa Center Leste e, sobretudo, a falta de fiscalização pelo setor competente da municipalidade. Segundo ele, foi inadmissível a maneira como a firma terceirizada executou a operação tapa-buraco nas principais ruas e avenidas locais. Ainda, de acordo com ele, em alguns casos, o ideal seria restaurar todo o recapeamento.
Em resposta, Neudir Ferreira negou que o serviço foi realizado tenha sido mal feito acrescentando ainda que a própria estrutura de vias públicas, ou seja, a camada de asfalto no entorno da buraqueira já estaria danificada e, portanto, contribuiu para abreviar a durabilidade da obra. Mesmo assim, a prefeitura notificou a Center Leste por diversas vezes para a mesma refazer o trabalho. Em todo caso, o secretário admitiu falhas na fiscalização.
Além disso, Renatinho também criticou a falta de gestão. Para ele, não a atual administração vai completar três anos e ainda criou um plano de ação estratégico para resolver os problemas.
  • Vereadores questionaram secretários sobre a qualidade precária do serviço
  • Meta do projeto é chegar a 900 alunos no próximo ano
  • Cidade escolhe cinco pessoas para o Conselho Tutelar
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos