Opinião
Publicada em 15/11/2019 - 00h33min

Escola é sagrada

No início desta semana, mais uma Escola Estadual de Suzano ganhou destaque no noticiário regional. Desta vez, um incêndio teria levado pânico aos alunos da Professor Joviano Satler de Lima, no bairro Jardim Colorado. Por sorte, não houve feridos.
O mais entristecedor é que o incêndio pode ter sido provocado por estudantes da própria escola, segundo relatos de alunos. Até quando as instituições públicas, principalmente as de ensino, continuarão sem a devida atenção do Estado? A impressão é de que o ensino público não está incluído no mesmo hall dos grandes investimentos e anúncios do governo paulista.
No ano passado, pesquisa do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) mostrou que as redes paulistas e de mais sete Estados pioraram na qualidade do ensino médio entre 2015 e 2017. Apenas Goiás e Pernambuco atingiram as metas estabelecidas pelo governo federal. O sistema público paulista ocupa o 4º lugar no ranking do Ideb, ao lado de Ceará e Rondônia. O cenário é pior em relação à edição anterior do Ideb, de 2015, quando São Paulo aparecia no topo, juntamente com Pernambuco. O levantamento deixa claro que há um problema na Educação do Estado mais rico da Federação.
O pacote completo é aquele que não é mais segredo para ninguém: baixo rendimento, problemas de violência dentro da escola - entre os alunos e, em alguns casos, vitimando funcionários da escola, principalmente educadores - drogas e evasão.
Recentemente, na cidade de Osasco, uma aluna de 12 anos foi estuprada dentro de uma instituição de ensino, no horário de aula. O crime ocorreu em uma área de mato alto. O agressor seria um aluno do período noturno. Ninguém viu nada. A escola não possui sistema de câmeras de monitoramento.
Uma escola é um local sagrado. E, neste caso, nota-se que o mato alto pode ter sido um aliado para o crime. A falta de zelo contribuiu para falta de segurança. O crime vai deixar traumas na garota e os demais alunos seguirão fragilizados, ao léu e desassistidos.
Compartilhe

Video

Mais vistos