Opinião
Publicada em 15/11/2019 - 00h33min

Felício Kamiyama

União

O policiamento preventivo, hoje de competência constitucional da Polícia Militar, se dá com o emprego, de forma estratégica, do efetivo fardado e de viaturas caracterizadas. É por meio dele que se transmite ao cidadão a sensação de segurança e a certeza de poder contar com o apoio do poder público quando de uma eventual necessidade, fazendo do policial uma referência na busca segura de informações e orientações.
A Polícia Militar, no desempenho de suas funções, busca não só prevenir e reprimir, de forma imediata, o crime, mas também busca a paz social, assegurando o convívio harmônico entre os membros da sociedade. Esse é o significado do termo "preservação da ordem pública".
Orientado pela filosofia do policiamento comunitário, tendo como balizadores do processo a defesa da vida, a integridade física e a dignidade da pessoa humana, o profissional segue suas atividades cumprindo as estratégias firmadas com a ajuda da comunidade. É o cidadão, individual ou coletivamente, potencializando a eficácia dos trabalhos dos órgãos pertencentes à estrutura de segurança pública.
Com isso passamos a entender o verdadeiro significado do texto da Constituição Federal que diz: "Segurança é dever do Estado e direito e responsabilidade de todos". Dever do Estado que, por meio de seus aparatos de segurança, tais como Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e, agora, Guardas Municipais, cada um com a sua competência, busca garantir a segurança da sociedade. Porém a segurança, de acordo com a nossa ainda tão discutida Constituição, também é de responsabilidade de todos os cidadãos, os quais poderão colaborar com informações, ajudando a polícia em seus propósitos, ou ainda adotando posturas preventivas, também conhecidas como de prevenção primária, desestimulando, assim, as ações dos ditos criminosos de oportunidade.
É a união da sociedade com os segmentos do poder público, fortalecendo as instituições, em especial aquelas consideradas instrumentos garantidores do exercício pleno da Democracia.
Compartilhe

Video

Mais vistos