Saúde
Publicada em 23/11/2019 - 19h56min

diálogo aberto

Fórum discutirá carnaval de rua

Atuação dos blocos carnavalescos da cidade também será colocada em pauta na reunião desta quarta

Na próxima quarta-feira, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo realizará, a partir das 19 horas, mais um fórum de discussões pelo programa Diálogo Aberto. O tema do encontro, que será realizado no prédio do Estúdio Municipal de Áudio e Música (Emam), é carnaval de rua e a atuação dos blocos carnavalescos do município.
O secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori, explicou que essa será uma primeira conversa a respeito do assunto, para detectar se há grupos interessados em fazer desfile de blocos, quem elas são e como isso poderia ser viabilizado. "É uma primeira audição, para ver quem tem interesse em construir um bloco carnavalesco, quais blocos a cidade já tem e tentarmos fazer um cadastro disso", destacou o secretário.
Ainda segundo Sartori, a expectativa é já pensar em locais onde o desfile desse blocos poderiam vir a acontecer e também qual seria o papel do poder público em termos de apoio a essas intervenções. "Ainda é algo bastante embrionário, mas queremos abrir essa linha de diálogo e, a partir do que detectarmos, já começar a pensar na programação do ano que vem", concluiu.
O fórum será aberto a todos os interessados no assunto. Para quem quiser participar e contribuir com o diálogo, logo, basta comparecer na data, horário e local agendados.
O Estúdio Municipal de Áudio e Música fica na rua Coronel Souza Franco, 735, na área central. No piso térreo do mesmo prédio, funciona o Centro de Cultura e Memória Expedicionários Mogianos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4798-6900.
Diálogo Aberto
O programa Diálogo Aberto foi criado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo no ano de 2013, com o objetivo de criar um canal de comunicação e participação social na construção e implementação de políticas públicas culturais na cidade de Mogi das Cruzes. O programa se concretiza a partir de ações de diálogos, como fóruns, seminários, conferências, mobilizações sociais, audiências públicas, oficinas e workshops.
Nesses encontros, as demandas são apresentadas pelos presentes, e juntos, sociedade civil e poder público buscam formas de viabilizá-las. Dentre as principais ações que nasceram do programa Diálogo Aberto, podem ser citadas a Lei de Incentivo à Cultura (2014), a entrega do Centro Cultural de Mogi das Cruzes (2015), o Estúdio Municipal de Áudio e Música (2015), os editais para a gravação de CDs, a Pinacoteca de Mogi das Cruzes (2016) e o Programa de Fomento à Arte e Cultura (2016).
Compartilhe

Video

Mais vistos