Cidades
Publicada em 11/01/2020 - 20h34min

Felipe Antonelli
Saúde e Desenvolvimento

Seguem indefinidos os nomes de novos secretários em Mogi

A atual secretária de Saúde ocupa o espaço interinamente, enquanto o de Desenvolvimento pode sair até março

Foto: Felipe Claro

Prefeitura informou que também não há uma data para resolver essa situação
A palavra da vez para a situação do secretariado municipal de Mogi das Cruzes é indefinição. Enquanto duas alterações entre os chefes das pastas municipais são tidas como certas dentro da prefeitura, nomes começam a ser especulados, mas pouco se sabe ainda sobre o futuro da Secretaria Municipal de Saúde e de Desenvolvimento Econômico Social.
Com a saída de Francisco Bezerra da Secretaria Municipal de Saúde, que retornou aos trabalhos na Câmara Municipal, no começo de dezembro passado, a médica pediatra concursada da Prefeitura de Mogi das Cruzes desde 1993 e que em 2015 ocupou o cargo de secretaria adjunta, Rosângela Cunha, assumiu interinamente a Pasta com poucos projetos de mudanças.
Desde então nomes foram ventilados na mídia e certamente devem ter recebido algum espaço nos corredores da administração municipal, sendo que dentre estes nomes, o mais forte é o do atual diretor do Hospital Municipal de Braz Cubas, o médico Sidnei Mori, devido sua vasta experiência na Saúde pública.
A prefeitura afirmou que ainda não há uma definição sobre o tema, e que também não há prazo ou data para que o anúncio do nome ocorra. O prefeito Marcus Melo (PSDB) chegou a afirmar que a nomeação do novo titular aconteceria ainda no começo deste ano.
Outra Pasta que provavelmente terá alterações é a de Desenvolvimento Econômico Social, chefiada atualmente pelo também vereador Clodoaldo de Moraes. O titular da secretaria afirmou no começo de sua gestão que, no último ano de mandato, voltaria à Câmara Municipal para trabalhar em sua reeleição. Recentemente Moraes disse que possui trabalhos importantes na secretaria e que se dedicaria inteiramente a tais ocupações.
Questionado anteontem pela reportagem sobre uma possível novidade, Moraes afirmou que o prazo para que ele deixe a cadeira de secretário e retorne ao Legislativo mogiano se estende até março, quando uma decisão mais pontual deve ser tomada e que, neste momento, ele continua na administração municipal.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos