Cidades
Publicada em 23/01/2020 - 23h31min

Felipe Antonelli
esgoto

Interceptores do rio Tietê vão ser entregues no ano que vem

Estrutura que impede dejetos de caírem no corpo d'água está em fase de implantação nos municípios da região

Foto: Juliana Oliveira/Mogi News

Identificados como interceptores 15 e 16, projeto vai melhorar a coleta do esgoto
Ao passo que o governo do Estado anuncia e começa a se planejar para o desassoreamento de rios e córregos da região, outras obras estruturais que resultarão no menor descarte de dejetos no rio Tietê avançam e estão prestes a serem finalizadas.
É o caso da instalação de interceptores (ITi) no rio Tietê por parte da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que começam a ser entregues no último trimestre deste ano. Serão dois ITi's instalados no rio na área compreendida no Alto Tietê, numerados como 15 e 16, que visam contribuir para a revitalização progressiva do rio por meio da ampliação e otimização do sistema de coleta, transporte e tratamento de esgoto, de acordo com companhia. 
Sobre o ITi 15, a Sabesp informou que está terminando as obras lineares e realizando a montagem na Estação Elevatória de Esgotos Três Pontes, a primeira que deve entrar em operação, com 77% dos trabalhos já concluídos. Em seguida será realizado a montagem da Estação Elevatória de Esgotos Itaquaquecetuba, visto que já está em funcionamento o Coletor Tronco Lageado e até fevereiro o Coletor Tronco Tijuco Preto deve também entrar em operação.
Já o ITi 16 é um interceptor com 4,7 quilômetros de extensão. Após conclusão da obra, o empreendimento encaminhará o esgoto da região para tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Suzano. As obras são executadas em método não destrutivo, com equipamento de perfuração subterrânea. Atualmente, a Sabesp trabalha na escavação de túnel nas duas frentes restantes na avenida Major Pinheiro Fróes (SP-66) para implantação de rede de esgoto -a conclusão dessa etapa está prevista para o primeiro semestre deste ano e a obra completa no primeiro trimestre de 2021.
Os trabalhos integram o cronograma de implantação do interceptor ITi 16 e coletores de esgoto, importante empreendimento que, segundo a Sabesp, vai encaminhar o esgoto de 527 mil imóveis para tratamento na estação Suzano, beneficiando as cidades de Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano.
Ainda de acordo com a Sabesp, durante o decorrer das obras os prazos não sofreram alterações e as obras estão previstas para serem concluídas até o primeiro trimestre de 2021.
Mancha
Quando anunciadas, em julho de 2018, a Sabesp afirmou que todas as intervenções previstas e realizadas neste programa refletem positivamente nos rios que cruzam a região metropolitana, a exemplo do Tietê, cujo resultado é visível no interior do Estado com a redução progressiva e significativa da mancha de poluição, que já diminuiu 392 quilômetros - um recuo de 74%.
 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos