Artigos
Publicada em 31/01/2020 - 02h39min

Paulo Passos

Moscas

Talvez Freud pudesse explicar!
Dando razão à síndrome do vira-latas, quem sabe, certos brasileiros vivem a exibir opulência, apegam-se a ostentação abjeta.
Assim, logo que assumiu a presidência, Lula tratou de adquirir aeronave luxuosa, no intuito de se mostrar nos foros internacionais. Em suas pegadas, além de se valer do avião, Dilma gastava a rodo nos hotéis de primeiríssima linha em que se hospedava, como se o dinheiro para bancar seu comodismo não nos fizesse falta alguma.
Os atletas da seleção nacional, em suas andanças pelos estádios internacionais, se locomovem em primeiríssima classe - e alguns, que até ontem sequer sabiam o que era carro, ainda se acham no direito de reclamar do atendimento. Os motoristas americanos de limusines, esses então, batem palma, abrem largo sorriso, quando a delegação brasileira aporta naquelas plagas, na certeza de que "o caviar das crianças estará garantido".
Nada demais, portanto, observando o histórico que nos identifica, nos depararmos com a notícia de que um secretário qualquer (e como tem secretário no governo federal) deu razão a despesa estimada em R$ 740 mil aos cofres públicos, ao requisitar jatinho da FAB para, com pompas e circunstâncias, levá-lo, primeiro à Suíça e depois à Índia.
A bagatela - "muito bem gasta, aliás", eis que, em companhia de duas funcionárias estava a serviço da pátria - seria suficiente, segundo especialistas, para, tirante a corrupção que permeia tais operações, construir mais ou menos 40 casas populares.
Inegável o mérito de Vicente Santini - nome do senhor em questão -, que ostenta em seu "invejável" currículo o mérito de ser próximo do círculo dos "primeiros filhos", mesmo assim foi defenestrado do "importante cargo"; "injustamente" alheado das "nobres funções" que exercia.
Mais que isso, de agora em diante foi condenado a "voos baixos", ou, ao menos, a arcar com suas despesas quando pretender esbanjar por aí!
O que há de novo neste governo? Mudam-se as moscas, o resto permanece o mesmo!
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos