Brasil e mundo
Publicada em 25/03/2020 - 01h00min

Estadão Conteúdo
Tóquio-2020

Após movimento dos atletas, comitê adia Jogos Olímpicos

Para preservar saúde dos competidores, evento deverá ser realizado somente em 2021, ainda sem data definida

Foto: Divulgação

Decisão foi acertada entre o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional
O governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional (COI) acertaram ontem que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio-2020 serão adiados em um ano diante da pandemia do coronavírus. O primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, entrou em contato por telefone com o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, e fez o pedido para que a competição aconteça um ano após a data original, que era 24 de julho. No entanto, essa nova data ainda não está confirmada.
Em entrevista logo após o contato telefônico com Thomas Bach, Shinzo Abe disse que o COI não impôs restrições e aceitou o pedido. Nas redes sociais do primeiro-ministro, também há a confirmação de que os Jogos serão adiados para o verão de 2021.
"O Japão, como país anfitrião, diante das circunstâncias atuais, propôs que (o COI) estude se pode adiar por um ano (os Jogos Olímpicos) para que os atletas possam ter as melhores condições. Bach me respondeu que está de acordo em 100%", afirmou Shinzo Abe aos jornalistas. "Assim chegamos ao acordo de realizar os Jogos Olímpicos em Tóquio até o verão de 2021", disse.
Pouco depois, o COI publicou uma nota em seu site oficial explicando a tomada de decisão em conjunto com o primeiro-ministro do Japão. Segundo o texto, a decisão foi tomada após a pandemia pelo coronavírus ter acelerado em boa parte do mundo nos últimos dias. Com isso, a saúde dos atletas e de todos os envolvidos na Olimpíada poderia estar em risco com a realização dos Jogos ainda em 2020.
Já Seiko Hashimoto, ministra japonesa para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, revelou que Shinzo Abe e Thomas Bach discutiram vários temas, entre eles que o nome do evento continuará sendo Tóquio-2020. "Queremos assegurar que os Jogos serão uma vitória contra o coronavírus", disse.
Esta é a primeira vez na era moderna dos Jogos Olímpicos que uma edição será adiada. Durante a Primeira (entre 1914 e 1918) e a Segunda (entre 1939 e 1945) Guerras Mundiais, cinco edições não aconteceram, entre os Jogos de Verão e os de Inverno.
Tocha olímpica
A decisão tomada ontem pelo COI e pelo governo japonês provocou a imediata suspensão do revezamento da tocha olímpica, que tinha o início previsto para amanhã, de acordo com os organizadores do evento. Depois da chegada da chama olímpica ao Japão na última sexta-feira, vinda da Grécia, o revezamento começaria pela cidade de Fukushima, ao norte do país, que foi devastada em 2011 por um terremoto e um posterior tsunami que provocou um acidente nuclear.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos