Cidades
Publicada em 24/03/2020 - 00h02min

Nicolas Takada*
Alto custo

Busca por medicamentos gera filas

As Farmácias de Alto Custo do governo do Estado instaladas em Mogi das Cruzes continuam com longas filas

Foto: Amanda Miwa

Prefeitura promete deslocar agentes para coordenar a procura por remédios
As Farmácias de Alto Custo do governo do Estado instaladas em Mogi das Cruzes continuam com longas filas. Mais uma vez, a situação na unidade que fica na avenida Vereador Narciso Yague Guimarães era de superlotação. Preocupada, a Prefeitura de Mogi das Cruzes, conforme divulgou o Mogi News na sexta-feira passada, prometeu intensificar a fiscalização no local, a fim de coordenar melhor a retirada dos medicamentes por parte dos pacientes. O objetivo é diminuir as chances de uma possível infecção causada pelo coronavírus.
A alta procura dos remédios, ontem, gerou uma fila que se estendia até a esquina da avenida. Além disso, não foi respeitada a recomendação feita pela Ministério da Saúde, de manter, pelos menos, um metro de distância de cada pessoa.
A dona de casa, Sueli Aparecida Miranda, de 54 anos, esteve na manhã de ontem na farmácia para retirar o medicamento lamotrigina, que faz parte do tratamento de epilepsia de seu filho. "Eu cheguei cedo e uma fila gigantesca já estava formada. Todo estão no mesmo barco, precisando de remédios caros, mas precisamos nos orientar sobre as aglomerações e também sobre a disseminação do vírus", disse a dona de casa.
No local, a reportagem também conversou com alguns mogianos que aguardavam para ser atendidos, onde muitos apontaram não ter outras opções além de se arriscar nas filas.
Como todos já sabem, essa aglomeração não é recomendada pelo Ministério da Saúde, mesmo assim, vem ocorrendo diariamente pela população.
Uma equipe da Prefeitura de Mogi das Cruzes deverá ser deslocada ao local para garantir mais proteção aos mogianos que precisam retirar medicamentos de alto custo.
*Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe

Video

Mais vistos