Esportes
Publicada em 07/03/2020 - 00h14min

Estadão Conteúdo
em perigo

Para sair do sufoco, Corinthians encara o invicto Novorizontino

Timão é o único dos grandes que está fora da zona de classificação para a fase de quartas de final do Paulistão

Foto: Divulgação

Tiago Nunes
O Corinthians é o único dos quatro grandes do Estado que inicia a nona rodada do Campeonato Paulista fora da zona de classificação para as quartas de final. Pior: a equipe está na lanterna do Grupo D, com nove pontos. Uma vitória sobre o Novorizontino, entretanto, pode mudar completamente a tabela e aliviar o sufoco corintiano. Atrás de Ferroviária, Guarani e Red Bull Bragantino, o time pode ascender na tabela se triunfar a partir das 19 horas, no Estádio Jorge Ismael de Biasi.
Ciente da importância da partida, contra o único time invicto do Paulistão, o técnico Tiago Nunes tem passado confiança para os jogadores. Ele teve a semana cheia para preparar a equipe e focou nos trabalhos de finalização e também na parte mental do elenco. O Corinthians não vence há quatro jogos no Estadual, com dois empates e duas derrotas, além de ter sido eliminado pelo Guaraní, do Paraguai, ainda na fase preliminar da Libertadores.
"Se a equipe cria muitas chances de gol, temos de aprimorar principalmente a qualidade da execução da finalização. Repetimos muito para melhorar o gesto técnico. Variados tipos de finalizações. O segundo é o aspecto emocional para ser frio na hora de bater. Continuar criando, mas ser mais assertivo no terço final. Defensivamente, é conseguir não desconcentrar ou criar ansiedade. É dar tranquilidade, calma", afirmou Tiago Nunes.
Contratado no fim do ano passado para mudar a cara do Corinthians, deixando de lado o estilo de jogo defensivo para fazer a equipe ser ofensiva, Tiago Nunes também sabe que está pressionado por causa dos últimos resultados. Em 26 de fevereiro, antes do empate por 1 a 1 com o Santo André, torcedores organizados foram ao CT Joaquim Grava e fizeram cobranças. "Preste atenção, muito respeito com a camisa do Timão" foi o canto direcionado ao técnico. Os torcedores ainda criticaram jogadores e pediram a saída do presidente Andrés Sanchez.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos