Cidades
Publicada em 06/04/2020 - 23h33min

Felipe Antonelli
guararema

Tentativa de assalto acaba com 4 bandidos mortos

Quadrilha invadiu casa na estrada do Sol Nascente, mas foi surpreendida pela ação da polícia

Foto: Divulgação

Família feita refém esteve na delegacia de Guararema para registrar ocorrência
Quatro criminosos foram mortos na noite do último domingo em Guararema após invadir uma residência e fazer uma família refém por mais de duas horas em um sítio na estrada do Sol Nascente, no bairro do Cerejeira. Após troca de tiros com a Polícia Militar, a quadrilha foi alvejada e não resistiu aos ferimentos.
Por volta das 20 horas, os criminosos entraram na residência da família de agricultores; um casal de idosos e seus dois filhos, de 26 e 32 anos. Armados com dois revólveres calibre 38 e com uma espingarda, mantiveram a família refém pois suspeitavam que havia mais dinheiro na residência além dos R$ 2 mil entregues pelas vítimas.
No entanto, os criminosos não esperavam que um dos filhos do casal estivesse com seu telefone celular escondido e, quando conseguiu se desvencilhar da quadrilha, correu para um dos banheiros da residência e telefonou para a polícia, que prontamente atendeu o chamado. 
Equipes da 3ª Companhia do 17º Batalhão da Polícia Militar de Guararema se deslocaram até o local e, quando ainda estavam do lado de fora da residência, ouviram os gritos de socorro da família. Neste momento, os policiais se depararam com os criminosos e, segundo informaram, foram recebidos a tiros pela quadrilha.
Durante a troca de tiros, a quadrilha foi baleada, os criminosos não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Os membros da família foram liberados sem machucados e encaminhados à Delegacia de Guararema onde a ocorrência foi registrada.
A polícia ainda informou que este não foi o primeiro roubo à família. Isso porque no começo deste ano, criminosos armados invadiram a residência e conseguiram levar dinheiro e objetos. Ainda segundo as autoridades, a residência não possui sistema de monitoramento e é cercada apenas por arame farpado.
Roubo a bancos
A tentativa de assalto a agências bancárias em Guararema, na qual 11 criminosos foram mortos pela polícia, completou um ano no último sábado.
Armados com pistolas calibre 12, fuzis, munições e veículos blindados, os criminosos entraram nas agências, detonaram explosivos, mas fugiram com a chegada das equipes da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota). Foram três confrontos em locais abertos e outro dentro de uma casa, onde uma família foi feita refém. Parte da quadrilha conseguiu fugir para a mata, o que levou o Comando e Operações Especiais (COI) a procurar pelos suspeitos, mas apenas um foi preso.
Seis meses depois, um relatório da Ouvidoria da Polícia de São Paulo aponta fortes indícios de que ao menos quatro das 11 mortes dos criminosos que participaram do roubo a banco ocorreram sem resistência por parte das vítimas, ou ainda com os suspeitos já rendidos.
 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos