Cidades
Publicada em 06/04/2020 - 21h22min

106 estabelecimentos são fechados no fim de semana

A fiscalização no comércio continua se fazendo necessária. E muito. Só no final de semana passado, 106 estabelecimentos tiveram suas atividades paralisadas, entre adegas, bares, bazares, bomboniere, cabeleireiros, conserto de eletrônicos, lanchonete, ótica, restaurante, salão de festa e lojas de som automotivo

Foto: PMMC/Divulgação

População pode denunciar pelo telefone 153
A fiscalização no comércio continua se fazendo necessária. E muito. Só no final de semana passado, 106 estabelecimentos tiveram suas atividades paralisadas, entre adegas, bares, bazares, bomboniere, cabeleireiros, conserto de eletrônicos, lanchonete, ótica, restaurante, salão de festa e lojas de som automotivo. Nos estabelecimentos de setores que estão liberados a funcionar, é paralisada a atividade não permitida e ele continua funcionando, adaptado ao que determina o decreto.
No primeiro dia da quarentena, em 24 de março, 53 estabelecimentos em Mogi foram fechados.
A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes e o Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura também evitaram, na manhã de domingo passado, a aglomeração de pessoas na chamada "Feira do Rolo", no distrito de Jundiapeba. Ainda durante o final de semana, a corporação prendeu um homem acusado de violência doméstica, no distrito de Braz Cubas, e auxiliou na localização de um caminhão que havia sido roubado.
A operação em Jundiapeba foi feita após denúncia de aglomeração de pessoas e venda irregular de produtos no encontro das ruas Ricardo Rodrigues de Souza e Lucinda Bastos. Ao chegar, as equipes não encontraram pessoas no local. Com isso, foi feito um trabalho preventivo, com os agentes permanecendo no ponto e rondas em outras regiões do bairro.
A população também pode auxiliar neste trabalho com denúncias pelo telefone 153, que funciona 24 horas por dia.

Prorrogação da quarentena até dia 22 deabril

COMÉRCIO
Todas as lojas com atendimento presencial devem continuar fechadas. No entanto, os estabelecimentos podem atender por aplicativos ou por serviços online.

ALIMENTAÇÃO
Bares, restaurantes, cafés e lanchonetes devem fechar, podendo atender somente por delivery ou drive-thru. Supermercados, hipermercados, açougues e padarias podem funcionar, mas não é permitido o consumo dentro do estabelecimento durante a quarentena.

ABASTECIMENTO
Transportadoras, armazéns, transporte público, táxis, aplicativos de transporte, serviços de call center e bancas de jornais podem atuar normalmente.

PET SHOPS
Podem comercializar alimentos e medicamentos veterinários, já que são essenciais para a saúde dos animais.

SERVIÇOS DE SAÚDE
Hospitais, clínicas – inclusive as odontológicas – e farmácias podem continuar funcionando.

INDÚSTRIA
Continuam operando normalmente e devem seguir as recomendações para adequar os estabelecimentos às orientações dos órgãos competentes.

CONSTRUÇÃO CIVIL
O setor e as lojas de materiais de construção devem continuar operando com os devidos cuidados sanitários para proteger e amparar funcionários.

BORRACHARIAS E OFICINAS MECÂNICAS
Devem continuar funcionando para que veículos de transporte, como ambulância e carros de polícia tenham suporte.

POSTOS DE COMBUSTÍVEL
Funcionam normalmente e podem vender produtos elaborados ou não perecíveis, sem consumo no local.

PODEM OFERECER SERVIÇOS
- Feiras livres
- Empresas de segurança privada
- Empresas de limpeza
- Manutenção e zeladoria
- Bancos
- Lotéricas
- Hotéis

SERVIÇOS DE BELEZA
Cabeleiros, barbeiros, manicures e pedicures podem prestar atendimento apenas nas casas dos clientes, desde que usem equipamentos de proteção, como luvas e máscaras, e não apresentem sintomas de gripe.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos