Cidades
Publicada em 06/04/2020 - 23h58min

Felipe Antonelli
ruas cheias

Quarentena continua; mas hoje é o 5º dia útil do mês

Movimento nos bancos deve ser ainda maior do que ontem, já que é dia do saque do INSS dos aposentados

A medida de quarentena iniciada no dia 24 de março, com adesão dos governadores Brasil afora, surtiu efeito em todo país e não foi diferente nas regiões centrais de Mogi das Cruzes. Ontem, porém, data em que o governador João Doria (PSDB) prorrogou a medida para o dia 22 de abril, o movimento de pessoas nas ruas da cidade voltou a ficar mais intenso.
Mesmo assim, a maior parte do comércio permanecerá fechada e o discurso das autoridades em Saúde Pública continua sendo para que as pessoas fiquem em casa para se proteger da Covid-19.
Apesar da atitude do governador em prolongar por mais 15 dias a quarentena em todos os 645 municípios de São Paulo, centenas de pessoas deixaram suas casas, ontem, e encararam filas quilométricas em agências bancárias. Hoje, a expectativa é de uma procura ainda maior a essas unidades, já que trata-se do famoso quinto dia útil do mês, data em que grande parte da população retira o benefício do salário e os aposentados aguardam pelo INSS.
Aos menos cinco das grandes redes bancárias com unidades em Mogi das Cruzes e região apresentaram filas durante toda a manhã de ontem, principalmente nas avenidas Voluntário Fernando Pinheiro Franco, conhecida popularmente como Avenida dos Bancos, e Francisco Ferreira Lopes, onde ao menos oito agências bancárias apresentaram filas nas calçadas e movimento intenso dentro das unidades.
Para o professor e infectologista, doutor Alexandre Piva Sobrinho, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) tomou medidas para controlar o número de pessoas no interior das agências. "É óbvio que toda aglomeração aumenta o risco de contágio, portanto, manter um distanciamento mínimo entre os clientes, a utilização de máscara caseira e demais medidas de proteção exaustivamente divulgadas pela mídia, minimizaria o risco do contágio", recomenda.
O presidente do Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes, Suzano e região (Poá, Biritiba Mirim e Salesópolis), Clayton Teixeira Pereira, informou que todas as agências estão realizando os atendimentos com contingente de funcionários que se revezam semanalmente. Além disso, duas agências da região possuem casos suspeitos entre o quadro de funcionários - em Suzano e Poá - sendo que nesta última, a agência bancária foi fechada e não está realizando nenhum tipo de atendimento ao público. "O comunicado (das instruções) foi feito a nível nacional, informando que muitos serviços podem ser feitos em caixas 24 horas. Mas é complicado, as vezes a população não obedece", disse o representante da categoria.
Aplicativos
Os aplicativos de seis bancos estão entre os 150 mais baixados pelos brasileiros desde a última semana de março - quando a quarentena da Covid-19 teve início - e se mantém na liderança em abril. A pesquisa realizada pelo site SensorTower mostra que o isolamento social colabora na procura deste tipo de serviço. Mesmo com as filas registradas ontem e nas últimas semanas, os dados também apontam que parte da população está seguindo as recomendações da Febraban, que aconselha os clientes a evitarem aglomerações nas agências e a utilizarem os canais digitais.
Compartilhe

Video

Mais vistos