Cidades
Publicada em 04/07/2020 - 01h29min

Saúde

Mogi possui testes rápidos em todas as unidades

Desde o início de maio, a Secretaria Municipal de Saúde de Mogi das Cruzes realiza testes rápidos para Covid-19 em todos os Postos de Saúde e unidades da Estratégia Saúde da Família, conforme critérios preconizados pelo Ministério da Saúde. Também são realizados exames PCR (tipo swab) em todos os Pronto Atendimentos 24 horas, exceto o Pró-Criança, já que esse procedimento diagnóstico é indicado apenas para pacientes com idade a partir de 15 anos.
Os exames devem ser solicitados pelo médico assistente conforme regulamentação do Ministério da Saúde. As Notas Técnicas nº 5/2020 e nº 11/2020 da Secretaria de Atenção Primária à Saúde definem que os testes rápidos sejam realizados para toda a população que apresentar quadro de síndrome gripal e pertença a uma das seguintes categorias: profissionais de saúde e segurança em atividade; pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e portadores de condições de saúde crônicas.
Em Mogi das Cruzes, a população têm a opção de procurar atendimento em qualquer unidade de Pronto Atendimento ou diretamente na referência para os casos suspeitos de Covid-19, que funciona no Hospital Municipal, em Braz Cubas. Os sintomas iniciais variam, mas é preciso estar atento aos casos de febre, tosse e, principalmente, dificuldade para respirar.
"As pessoas ainda têm muitas dúvidas, o que é natural, considerando tratar-se de uma doença nova. Sobre os testes rápidos, é importante esclarecer que o material que temos disponível hoje têm resultados efetivos quando realizado a partir do sétimo dia após início dos sintomas", explicou a diretora de Rede Básica, Rebeca Barufi.
Já o exame PCR, que é a coleta de material diretamente na garganta ou nariz do paciente, pode ser realizado a qualquer momento. Mas, neste caso, o resultado do exame leva em média três dias para ficar pronto. "Realizar o teste de sorologia fora do período indicado pode resultar num resultado falso negativo. Por isso, para realizar o exame é necessário ser indicado por um médico, que tem condições de utilizar outros recursos para avaliar a condição geral do paciente", acrescentou.
Até o momento, Mogi recebeu 15.880 unidades de testes rápidos do Ministério da Saúde, dos quais 50% já foram aplicados ou distribuídos às unidades. Para os exames PCR, o Estado enviou 3 mil kits de coleta. Em todo o país existe uma grande dificuldade de compra desses produtos, seja pela ausência de estoques ou pelos preços abusivos.
Quem tiver dúvidas também pode ligar para o Disque Corona no telefone 4798-5160.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos