Cidades
Publicada em 04/07/2020 - 01h28min

Thamires Marcelino
Um ponto percentual

Isolamento cai em 5 cidades

O levantamento do índice do distanciamento social no Alto Tietê, calculado pelo Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo (Simi), que é a união das operadores de celulares Claro, Vivo, Tim e Oi que monitoram a movimentação dos aparelhos na região, mostrou que em duas semanas a adesão à quarentena ficou em 42% e 43%. Na semana passada, a média total de segunda a quinta-feira foi de 43% em Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Poá. No mesmo período desta semana a taxa caiu apenas um ponto porcentual, atingindo os 42% entre os municípios mais populosos da região, o G5.
No Alto Tietê, a flexibilização da quarentena foi definida há três semanas, já que a região evoluiu da fase vermelha para a laranja e pode ser elevada à fase amarela no final da próxima semana. De acordo com a secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, a fase laranja significa o controle da doença e das internações dos pacientes portadores do novo coronavírus. Para que a doença seja contida, uma das medidas necessárias é o distanciamento social.
Na semana passada, Mogi e Suzano obtiveram de segunda a quinta-feira a taxa média do cumprimento da quarentena em 45%, este foi o número mais alto. Itaquá e Poá fecharam os quatro dias da semana anterior com quantidades próximas, sendo 43% e 42%, respectivamente. Em Poá o índice do distanciamento social também foi de 42%.
Já nesta semana, de segunda a quinta-feira passada, os mogianos foram os que mais seguiram o distanciamento social, considerando as cinco cidades que tiveram o levantamento de dados realizado pelo Simi. Isso porque, a taxa total foi de 44%. Suzano e Itaquaquecetuba empataram e atingiram 43% do distanciamento social. Por fim, Poá e Ferraz fecharam os quatro primeiros dias desta semana em 41% e 42%, respectivamente.
Compartilhe

Mais vistos