Cidades
Publicada em

De janeiro a junho

Mais de 80 pessoas são detidas em flagrante no 1º semestre

Delitos mais vistos pela Guarda Civil Municipal foram os crimes contra a mulher e o tráfico de entorpecentes

A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes fechou o primeiro semestre deste ano com 81 pessoas detidas em flagrantes. O balanço foi divulgado pela Secretaria Municipal de Segurança.
Entre janeiro e junho, a Guarda Municipal registrou 74 flagrantes de crimes. Dos 81 detidos, 66 pessoas eram maiores de idade, enquanto outros 15 eram menores, que foram apreendidos. Os delitos com maior número de pessoas detidas durante o primeiro semestre estão os crimes contra a mulher e o tráfico de entorpecentes, com 14 pessoas presas em cada. A Guarda Municipal também deteve 7 procurados pela Justiça.
"A Prefeitura vem fortalecendo as ações da Guarda Municipal, com reforço no efetivo, novas viaturas, equipamentos e infraestrutura", afirma o prefeito Marcus Melo.
Durante os primeiros seis meses do ano, a Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) recebeu 33,5 mil ligações e as viaturas da Guarda Municipal realizaram 38,9 mil rondas. Durante as ações do semestre, 1.420 pessoas foram abordadas pela corporação e foram registradas 417 ocorrências.
Um dos destaques do trabalho da corporação durante o primeiro semestre, a Patrulha Maria da Penha faz o acompanhamento de 533 vítimas de violência doméstica. A Guarda Municipal também vem atuando no atendimento a questões ligadas às restrições sociais para o combate ao novo coronavírus. O telefone para denúncias é o 153, que funciona 24 horas por dia.
Investimentos
Em junho, foi entregue o Polo Municipal de Segurança, no distrito de Jundiapeba, que conta com base da Guarda Municipal, Centro de Formação e Treinamento, inclusive com local para a prática de tiro, e espaço para o canil da corporação.
Além disso, desde 2017, 35 novas viaturas, entre automóveis e motocicletas, foram incorporadas para a Guarda Municipal. O investimento permitiu que o número de viaturas em operação passasse de 20 para 49, entre automóveis, pick ups, motos, van e micro-ônibus. A corporação também recebeu 80 novos guardas municipais para reforçar o efetivo.
A implantação de câmeras de monitoramento é outra ação para ampliar a segurança da população. Desde 2017, a administração municipal mais que dobrou o número de equipamentos em ruas, avenidas e espaços públicos. Atualmente, Mogi das Cruzes conta com 110 câmeras de monitoramento em todas as regiões da cidade e a Prefeitura já estuda novas ampliações, além da substituição de equipamentos mais antigos.
Outra ação é a Central de Inteligência da Guarda Municipal, na avenida Engenheiro Miguel Gemma. A obra tem investimento de R$ 3,9 milhões e reunirá as estruturas operacionais da Secretaria Municipal de Segurança e da Guarda Municipal, além da nova Central de Monitoramento. O Centro também receberá melhorias, com a construção de uma base da Guarda Municipal na praça Oswaldo Cruz, dentro do trabalho de renovação urbana da região central. A estrutura contará com uma central de monitoramento das câmeras da região.
Compartilhe

Mais vistos