Cidades
Publicada em 23/07/2020 - 01h12min

Caso em investigação

GCM agredido se recupera em casa e passa bem

O guarda civil municipal Marcelo Moreno da Costa, de 56 anos, agredido por ao menos dez jovens na madrugada do último sábado, no parque Botyra Camorim Gatti, próximo à Prefeitura de Mogi das Cruzes, continua se recuperando em sua residência. Os exames médicos não apresentam alterações que necessitassem de intervenções. A informação é da Prefeitura de Mogi das Cruzes, que afirmou manter a prestação de apoio ao servidor agredido.
No dia do ocorrido, o guarda municipal foi socorrido, encaminhado a um hospital da cidade, medicado e liberado.
As investigações para identificar os demais agressores do continuam em andamento. Os trabalhos também seguem para individualizar a conduta de cada um dos envolvidos na agressão contra o servidor.
Segundo o Setor de Investigações Gerais (SIG), após essa etapa, será possível ver qual o grau de responsabilidade de cada envolvido no espancamento e apresentar a denúncia à Justiça.
O SIG mantém em sigilo o andamento das investigações para melhor apuração dos fatos. "Assim que houver novidades sobre o caso, serão divulgadas", informou. (F.A.)
Compartilhe

Mais vistos