Cidades
Publicada em 01/08/2020 - 01h38min

Câmara de Arujá

Legislativo tem 11 infectados

Um dia depois da prisão do vice-prefeito de Arujá, Márcio José de Oliveira (Republicanos) a Câmara de Vereadores de Arujá suspendeu o expediente de ontem devido ao diagnóstico de 11 colaboradores infectados com coronavírus (Covid-19). Segundo informações do Legislativo, foram realizados na segunda-feira testes rápidos em todo o quadro funcional para mapear a presença do vírus na Casa de Leis, sendo que quatro colaboradores receberam o resultado positivo da doença.
Somados aos casos anteriormente diagnosticados - alguns dos quais os funcionários já tiveram alta e retornaram ao trabalho - a Câmara acumula 11 pessoas que foram infectadas com o vírus. Por julgar a incidência alarmante, o presidente do Legislativo, Gabriel dos Santos (PSD), determinou que fosse realizada ontem a desinfecção por nebulização de todos os ambientes, o que obrigou a suspensão do expediente.
"É nosso dever institucional, como pessoas públicas, zelar pela saúde daqueles que trabalham pelo município e também de todas as pessoas que frequentam a Câmara, que é a casa do povo", afirmou Santos. O parlamentar anunciou ainda que medidas complementares devem ser adotadas, tais como preenchimento diário de questionário auto declaratório sobre sintomas do coronavírus, com o intuito do encaminhamento de casos suspeitos aos serviços de saúde.
Além disso, a aferição diária da temperatura de todos os funcionários trabalhando presencialmente no momento da chegada ao local de trabalho também será necessária. "Tenho discutido junto à Comissão de Representação de Servidores da Casa a adoção gradual do Protocolo de Testagem proposta pelo governo do Estado de São Paulo, de forma a garantir o melhor padrão possível de segurança sanitária contra a Covid-19", pontuou. Os trabalhos serão retomados normalmente na próxima segunda-feira. (T.M.)
Compartilhe

Mais vistos