Esportes
Publicada em 23/07/2020 - 00h05min

No Morumbi

Tricolor recebe o Red Bull Bragantino

Apesar da paralisação de jogos oficiais por quatro meses, algo inédito para o futebol brasileiro, São Paulo e Red Bull Bragantino prometem manter a mesma pegada no retorno do Campeonato Paulista

Foto: Divulgação/SPFC

Volpi reforça meta do São Paulo após fratura na mão
Apesar da paralisação de jogos oficiais por quatro meses, algo inédito para o futebol brasileiro, São Paulo e Red Bull Bragantino prometem manter a mesma pegada no retorno do Campeonato Paulista. As duas equipes se enfrentam hoje, às 20 horas, no Morumbi, pela 11ª e penúltima rodada da fase classificatória do Estadual. Ambos os times já estão classificados para o mata-mata.
Para esta retomada, o São Paulo terá dois reforços em campo: o goleiro Tiago Volpi e o atacante Pablo. Volpi estava machucado e Pablo voltava de lesão antes da paralisação do campeonato, em março.
O atacante vai ocupar a vaga deixada por Antony, transferido para o Ajax, da Holanda. No último jogo antes da parada, o clássico com o Santos, Pablo entrou somente no segundo tempo. Já Volpi havia sofrido uma fratura na mão direita após choque contra adversário em jogo da Copa Libertadores. O goleiro vinha sendo substituído por Lucas Perri.
Mas quem chamou a atenção nos últimos dias foi o atacante Alexandre Pato, que movimentou a torcida por meio das redes sociais. Ele voltou a ficar careca depois de brincar com os internautas, que até fizeram uma música do "Pato Careca". Para os supersticiosos, o atacante tem mais sorte sem seus cabelos.
Em princípio, ele prometeu que rasparia a cabeça se chegasse a um milhão de seguidores no aplicativo Tik Tok. Mas não se aproximou do número. Mesmo assim, Pato topou cortar os cabelos. Careca, ele quebrou jejum e depois marcou quatro gols antes da parada pela Covid-19. "Acho legal esta interação com os torcedores. Quem sabe a sorte continua me ajudando", brincou Pato.
Falando mais sério, ele ratificou a esperança do time manter sua força no Paulistão. "Não mudou nada, então é para a gente manter a mesma força em campo. O time já tem um jeito próprio de jogar. É natural a falta de ritmo, mas fora isso, tudo bem", comentou. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos