Brasil e mundo
Publicada em 14/09/2020 - 23h54min

Witzel

Parecer é favorável a impeachment no Rio

O relator do processo contra o governador afastado Wilson Witzel (PSC) na Assembleia Legislativa do Rio elaborou parecer favorável ao impeachment

Foto: Divulgação/Governo do Rio de Janeiro

Witzel teria participado de diversos atos de corrupção
O relator do processo contra o governador afastado Wilson Witzel (PSC) na Assembleia Legislativa do Rio elaborou parecer favorável ao impeachment. O documento, obtido pelo jornal O Estado de S. Paulo, afirma que Witzel participou diretamente de atos que proporcionaram danos aos cofres públicos - e que configuram, no contexto de pandemia, "descaso com a vida e oportunismo com a desgraça." O parecer vai ser julgado na quinta-feira pela comissão especial.
No documento de 77 páginas, o deputado Rodrigo Bacellar (SD) destaca principalmente os momentos em que o governador afastado teria atuado para firmar contratos com as organizações sociais Unir Saúde e Iabas, acusadas de terem como sócio o empresário Mário Peixoto, pivô dos recentes escândalos de corrupção na pasta. No caso da Unir, Witzel assinou, em março, a requalificação da empresa. Em outubro de 2019, após pareceres, as secretarias de Casa Civil e de Saúde a haviam desqualificado, dados os indícios de irregularidades.
A Iabas, por sua vez, foi a empresa que ganhou o direito de tocar os hospitais de campanha, principal forma de corrupção apontada pelo Ministério Público. Há indícios de fraudes nos contratos, e a maioria das unidades prometidas não foi entregue.
O parecer de Bacellar deve ser aprovado pela comissão de 25 deputados na quinta-feira e levado a plenário na semana que vem. Se 47 dos 70 parlamentares concordarem com o entendimento da comissão, Witzel é afastado pela Alerj - ele já está fora do cargo por por meio de decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos