Cidades
Publicada em 17/10/2020 - 00h06min

Thamires Marcelino
Ocupação ampliada

Igrejas e templos já funcionam com 60%

As igrejas e os templos religiosos de Mogi das Cruzes e região receberam a permissão para funcionar com até 60% da capacidade de ocupação do espaço destinado ao público desde a manhã de ontem. A autorização foi acertada anteontem pelo Comitê Gestor de Retomada Gradativa das Atividades Econômicas da Prefeitura, às 17 horas, por meio de uma videoconferência com a participação do prefeito Marcus Melo (PSDB).
O presidente do Comitê e vice-prefeito de Mogi, Juliano Abe (MDB), explicou que a nova flexibilização se deve ao avanço do município nos critérios de promoção do Plano São Paulo, que ocorreu na sexta-feira da semana passada. "A liberação de ocupação dos 60% ocorreu com base na evolução de Mogi para a fase verde, bem como pela ausência de incremento nos números de internações e óbitos nas últimas semanas", explicou o presidente do Comitê.
Participaram da reunião para definir o novo protocolo de prevenção mais de 50 instituições religiosas da cidade. De acordo com Abe, uma nova flexibilização só deve ocorrer diante das determinações do governo do Estado de São Paulo. É importante lembrar que a capacidade máxima de 60% também está permitida nos estabelecimentos comerciais do município, como lojas, restaurantes, bares e o shopping center.
Quando questionada, a Diocese mogiana afirmou que não é possível estimar um levantamento sobre a quantidade de frequentadores que deve ser elevada devido à flexibilização. Nas entidades religiosas ficou proibida a presença dos fiéis desde a primeira quinzena de março e o primeiro retorno presencial ocorreu no dia 12 de junho.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Mais vistos