Cidades
Publicada em 05/11/2020 - 01h56min

Thamires Marcelino
Alto Tietê

Bom Prato deixa de atender durante finais de semana

As unidades do restaurante Bom Prato localizadas em Mogi das Cruzes, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba deixaram de oferecer atendimentos durante os finais de semana e feriados. O motivo, segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento de São Paulo, é a evolução dos municípios em relação à pandemia de coronavírus (Covid-19).
A Pasta esclareceu ainda que o atendimento nos restaurantes do Bom Prato aos finais de semana e feriados foi criado em caráter emergencial e temporário para garantir a segurança alimentar das pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social durante a pandemia.
Em Mogi a unidade está localizada na rua Professor Flaviano de Melo, região central. Em Suzano, na rua Major Pinheiro Fróes, no Vila Maria de Maggi; em Ferraz de Vasconcelos, na rua Lourenço Paganucci e, em Itaquaquecetuba, na rua Padre Anchieta, no centro.
Embora questionada, a Secretaria de Desenvolvimento Social não informou os números sobre a demanda do Bom Prato da região nos dias úteis e aos feriados e finais de semana.
Nos últimos seis meses, período mais crítico da pandemia da Covid-19, com restrições do trânsito de pessoas e o fechamento do comércio, as 59 unidades do Bom Prato de todo o Estado ampliaram a oferta de refeições em 60%, passando a servir 3,2 milhões de refeições por mês, além de adaptar o serviço para retirada em embalagens descartáveis.
Neste período, foram distribuídas mais de 20 milhões de refeições, entre café da manhã, almoço e jantar. Com a flexibilização avançando de forma consciente no Plano São Paulo, a medida está sendo constantemente recalibrada, considerando a demanda das cidades e de cada unidade.
Refeições gratuitas
Na semana anterior, a Defensoria Pública do Estado entrou com um recurso sobre a liminar do Ministério Público que exige a retomada das refeições gratuitas do Bom Prato às pessoas em situação de rua. Segundo informações do Tribunal da Justiça, o documento ainda não foi analisado.
Compartilhe

Mais vistos