Impeachment

Parecer da Comissão vai ser votado hoje

Resultado da votação poderá definir o afastamento temporário de Dilma Rousseff da presidência; Advocacia Geral da União (AGU) prepara recurso

Agência Brasil
11/05/2016 às 06:10
Atualizada em 11/05/2016 às 06:10.
Divulgação

Caso seja afastada, Dilma será comunicada amanhã sobre a decisão e Temer assume - FOTO: Divulgação

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) apresentou para os senadores os procedimentos da sessão para votar o parecer da comissão especial, constituída para avaliar o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) por susposto crime de responsabilidade, marcada para hoje.
Segundo Renan, a sessão marcada para iniciar às 9 horas começa com as falas dos senadores, por ordem de inscrição. "A palavra será distribuída por 15 minutos por cada orador. Temos que assegurar o tempo regimental de cada senador", disse.
Os trabalhos serão suspensos em dois momentos, ao meio-dia, e depois às 19h, para que os senadores possam se alimentar ou fazer outras tarefas. "Guardamos os dois intervalos para preservar esse bloco (de senadores) que já passa dos 60 anos", brincou Renan.
Até o início da noite de ontem, havia mais de 50 oradores inscritos. Antes de encerrar a discussão da sessão de hoje, o plenário teve as falas do relator do processo na Comissão Especial do Impeachment no Senado, Antonio Anastasia (PSDB-MG), e do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.
Não haverá orientação de bancada e nem a participação dos autores do pedido. "A votação será feita pelo processo eletrônico de votação", disse Renan.
Vice
A intenção do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), de reduzir o número de ministérios após um eventual afastamento da presidente Dilma Rousseff foi confirmada ontem pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR).
"O vice apresentou a nova configuração com a redução de dez ministérios. A proposta tem o apoio integral do Senado e do presidente Renan Calheiros (PMDB-AL). Sempre lutamos para que a máquina pública fosse reduzida", disse Jucá.
Jucá conversou com jornalistas após Temer ter se reunido ontem à tarde com Renan Calheiros, para tratar dos detalhes do procedimento de afastamento de Dilma e a consequente investidura do vice no cargo de presidente interino. O rito, confirmado o afastamento, será comunicado na quinta-feira de manhã (à Dilma) e, a partir daí, assume o vice-presidente até o julgamento final. A presidente Dilma, sendo afastada, o vice assume imediatamente.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News