Desassoreamento

Rio Tietê já conta com licença prévia

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee) conquistou, na quarta-feira passada, a Licença Ambiental Prévia da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) para que as obras de desassoreamento do rio Tietê possam ser executadas no Alto Tietê

Luana Nogueira
12/05/2016 às 23:13
Atualizada em 12/05/2016 às 23:13.
Daniel Carvalho

Ainda faltam 'algumas questões' para que as obras se iniciem - FOTO: Daniel Carvalho

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee) conquistou, na quarta-feira passada, a Licença Ambiental Prévia da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) para que as obras de desassoreamento do rio Tietê possam ser executadas no Alto Tietê. No entanto, ainda não existe um prazo para que as intervenções sejam iniciadas. De acordo com informações do Daee, a emissão da Licença Ambiental Prévia é um dos passos necessários para que as obras possam começar.
Por meio da assessoria de imprensa, o Daee informou que "algumas condicionantes foram propostas pela Cetesb para que as máquinas possam efetivamente entrar em campo", mas o órgão não respondeu quais foram essas questões.
O desassoreamento do rio Tietê é uma obra muito aguardada pelas cidades do Alto Tietê. Nos últimos anos ocorreram diversos entraves e atrasos no processo. Em agosto de 2015, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assinou a ordem de serviço para o início dos trabalhos. No entanto, desde o período, o início das intervenções vem se arrastando.
A obra de desassoreamento, que tem o objetivo de reduzir o risco de inundações do rio Tietê, no trecho entre Itaquaquecetuba e Mogi, contará com um investimento de R$ 37,3 milhões. Ao todo, serão desassoreados mais de 54,2 quilômetros do rio, no trecho acima de São Paulo.
O contrato firmado prevê que durante o trabalho de desassoreamento do rio Tietê, 343 mil de metros cúbicos de sedimentos (basicamente areia, argila e materiais não inertes) e lixo depositados no fundo do canal sejam retirados. Além de Itaquá e Mogi, o serviço beneficiará ainda as cidades de Poá e Suzano.
O trabalho terá início na foz do córrego Três Pontes, em Itaquá, e será concluído na foz do córrego Ipiranga, em Mogi.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News