Botujuru

Implantação de rede de esgoto chega a 17 km

13/05/2016 às 06:10
Atualizada em 13/05/2016 às 06:10.
Guilherme Berti/PMMC

Ao final dos serviços do Semae, Botujuru terá 100% de coleta e tratamento de esgoto - FOTO: Guilherme Berti/PMMC

As obras de esgotamento sanitário no Botujuru, realizadas pela Prefeitura de Mogi das Cruzes e o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae), avançam e já superam 17 quilômetros de redes implantadas. Além do assentamento de tubos, também foram construídos 325 poços de visita e realizadas 1,8 mil ligações nas residências. Iniciado em janeiro, o trabalho está dentro do cronograma e deve ser concluído no prazo inicialmente previsto, que é dezembro de 2016.
O investimento é de R$ 26 milhões e incluirá parte de Cezar de Souza, num total de 45 quilômetros de redes de esgoto e quatro estações de bombeamento, além de sistemas complementares (redes e coletores) que somam mais 16 quilômetros. A obra atenderá 35 mil pessoas (15 mil no Botujuru e 20 mil em Cezar) e, com ela, mais de 140 mil litros de esgoto deixarão de ser lançados por hora no Tietê, contribuindo para a despoluição do rio.
Com a finalização dos serviços no Botujuru e em Cezar de Souza, e com a construção do Coletor Ipiranga, cujas recursos para a obra foram garantidos pelo governo federal, os índices de coleta e tratamento de esgoto em Mogi devem chegar a 96% e 71%, respectivamente.
O Botujuru é o último grande loteamento da cidade que não conta com esgotamento sanitário. Ao final dos serviços, o bairro terá 100% de coleta e tratamento, com uma significativa melhoria da qualidade de vida da população, que deixará de conviver com fossas e esgoto a céu aberto.
O bairro receberá 45 quilômetros de redes de esgoto, três estações de bombeamento, 2.760 ligações prediais, 3,5 mil novas ligações prediais após o término da obra, quatro quilômetros de linhas de recalque (que conduzem o esgoto da parte baixa para a parte alta) e 4,5 quilômetros de coletores-tronco. Já em Cezar de Souza haverá a construção de uma estação de bombeamento, 1,5 quilômetro de linhas de recalque e 7,5 quilômetros de coletores-tronco.
Inicialmente, as obras seriam custeadas com recursos do Semae, num total de R$ 18,8 milhões, mas a prefeitura conseguiu aprovação de projeto no Ministério das Cidades e, com isso, o dinheiro que seria aplicado foi investido em outras áreas - como a renovação da frota e a modernização de sistemas internos da autarquia.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News