Saúde

Maternidade do Santa Maria iniciará partos em janeiro

Hospital já inaugurou o setor de internação clínica com dez leitos para a UTI e outras 20 para a enfermaria

Fernanda Fernandes
04/10/2016 às 23:20
Atualizada em 04/10/2016 às 23:20.
Daniel Carvalho

UTI Hospital Santa Maria - Suzano - FOTO: Daniel Carvalho

A inauguração da maternidade do Hospital Santa Maria, em Suzano, foi antecipada e deve iniciar os atendimentos no prazo de 90 dias. A previsão é que os primeiros partos sejam realizados em janeiro. O setor de internação clínica e da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) já somam 30 leitos disponíveis e receberam os primeiros pacientes na semana passada. Após a conclusão da reforma, a estrutura terá capacidade para um total de 60 leitos. As informações foram confirmadas, ontem, em coletiva de imprensa com os gestores e diretores técnicos da unidade.
No segundo andar do prédio, a terceira etapa da reforma já segue a todo vapor. O espaço vai disponibilizar UTI neonatal, berçário, centro obstétrico, maternidade e UTI adulto, segundo o gestor executivo do hospital, Ruy Sergio Hernandes. "O centro obstétrico prevê tanto a parte cirúrgica, quanto o parto normal".
Na ocasião, Hernandes adiantou que as obras do centro cirúrgico para procedimentos de alta complexidade também deve ser iniciado na sequência da inauguração da maternidade, porém, sem prazos, por enquanto.
A princípio, a maternidade não tinha prazos para ser entregue. No entanto, os gestores e diretores explicaram que, após estudos sobre a necessidade da região, alteraram os projetos. "Notamos que, além de um hospital geral que pudesse ter uma internação clínica e de UTI, a carência de maternidade era muito grande. Então adiantamos os planos e decidimos construir também a maternidade", disse Hernandes.
O diretor técnico do Santa Maria, Luís Oliveira destacou que o centro cirúrgico da próxima etapa será voltado a maternidade. "Teremos dois centros separados. Um voltado especificamente para a maternidade com salas de parto normal e salas de parto cesárea, além da sala de recuperação e a de pré-parto. Então exige uma área relativamente grande", explicou. "A sala de cirurgia pretendemos fazer separado, até para melhorar o fluxo de atendimento, não misturar gestante com paciente cirúrgico, o que será feito em andares diferentes. O centro cirúrgico, inclusive, deve ficar no primeiro andar e o centro obstétrico no primeiro", revelou.
Inicialmente, a estimativa é que o hospital realize, em média, 150 partos por mês. "Teremos obstetras 24 horas, inclusive na porta para intercorrência da gestante", explicou Oliveira, adiantando que a ideia é atender a partir do pré-natal para acompanhar as gestantes desde o início da gestação.
A primeira fase do hospital recebeu investimentos de
R$ 8 milhões e a segunda mais R$ 4 milhões.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News