Lava Jato

Sérgio Côrtes é preso novamente

O ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Côrtes, foi preso novamente na manhã de ontem em mais uma etapa da Operação Lava Jato

Estadão Conteúdo
01/09/2018 às 01:03
Atualizada em 01/09/2018 às 01:03.
Fernando Frazão/Agência Brasil

Sergio cortes - FOTO: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Côrtes, foi preso novamente na manhã de ontem em mais uma etapa da Operação Lava Jato. Ele havia sido preso pela primeira vez em abril de 2017. A operação conjunta da PF, do Ministério Público Federal (MPF) e da Receita Federal foi batizada de "S.O.S". e cumpriu mandados de prisão de 21 pessoas. Os suspeitos são acusados de participar de fraudes envolvendo a Organização Social Pró-Saúde, responsável pela administração de hospitais importantes do Estado a partir de 2013. O prejuízo aos cofres públicos chegaria a R$ 74 milhões, de acordo com cálculos do MPF.
Além de Côrtes, o juiz da 7.ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas, decretou as prisões preventivas dos empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita, entre outros.
Segundo as investigações, Iskin, indicava empresas a serem contratadas pela Pró-Saúde e ficava com 10% do valor dos contratos, também distribuídos entre Cortês e Estellita. O MPF disse que "a Pró-Saúde é uma organização com sede em São Paulo e os contratos com o Rio de Janeiro chegaram a representar 50% do faturamento nacional da entidade, que saltou de R$ 750 milhões em 2013 para R$ 1,5 bilhão em 2015." O ex-secretário de Saúde Luiz Antonio Teixeira, da gestão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), foi intimado a prestar esclarecimentos.
"Essa nova fase das investigações comprova que os empresários controlavam a destinação dada aos recursos públicos repassados às organizações sociais que administravam hospitais estaduais, desviando tais verbas em benefício próprio e de terceiros, contando com a atuação de gestores da organização social e de diversos funcionários públicos da Secretaria de Saúde para que a empreitada criminosa fosse concretizada", afirmam os procuradores da República integrantes da força-tarefa da Lava Jato no Rio.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News