Opinião

Saúde pública

16/09/2018 às 06:10
Atualizada em 16/09/2018 às 06:10.
Toda causa de morte constante e com alto índice deve ser tratada como um problema de saúde pública, e por isso há alguns anos o suicídio já é visto dessa forma. Conforme matéria publicada ontem no Mogi News, no ano passado, 138 pessoas tentaram cometer suicídio em Mogi das Cruzes, número 200% maior que o registrado em 2016, quando 46 tentaram tirar a própria vida. Em sete anos, o município registrou 443 tentativas de suicídios, segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificações (Sinan). Por isso, a ação "Setembro Amarelo" marca a luta pela conscientização e prevenção desse mal que assola a sociedade.
Em Mogi, dos casos entre 2011 e 2017, 51,5% foram cometidos por mulheres, enquanto 48,4% por homens. A maior prevalência foi registrada nos mogianos com idade entre 30 a 39 anos, os quais 13,3% eram mulheres e 12% homens. Em Poá, por exemplo, foram registrados 16 casos de violência autoprovocada de janeiro a agosto deste ano, os quais 13 por ingestão de medicamentos, dois por objeto perfurocortante e um que não foi informado a causa. Foram 14 casos envolvendo mulheres e dois referentes aos homens. O suicídio entre jovens ainda é quarta causa de morte no Brasil.
A companhia de seguros norte-americana, Cigna, encomendou um estudo ao Instituto Ipsos sobre o sentimento de solidão nos Estados Unidos. Esse questionário foi aplicado em 20 mil pessoas com mais de 18 anos, e os resultados mostram que a solidão é tão mortal quanto fumar 15 cigarros por dia e pode ser mais perigoso do que a obesidade. A pesquisa mostrou ainda que jovens com idade entre 18 e 22 anos são mais solitários e se consideram em uma situação pior de saúde do que pessoas mais velhas.
No Brasil, o suicídio consumado aumentou entre 2000 e 2016: foi de 6.780 para 11.736, uma alta de 73% nesse período. As maiores taxas de crescimento foram entre jovens e idosos, segundo o Ministério da Saúde. O assunto é delicado e muitas vezes de difícil solução. As causas podem ser diversas, mas um ponto parece indiscutível: as regras impostas pela sociedade moderna parecem contribuir para o aumento de casos.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News