Furto de petróleo

Cetesb investiga se petróleo derramado danificou solo

O vazamento do óleo de um dos dutos da refinaria ocorreu durante uma tentativa de furto na segunda-feira

Vitor Gianluca*
28/12/2019 às 00:55
Atualizada em 28/12/2019 às 00:55.
Divulgação

Delegacia de Guararema - FOTO: Divulgação

O petróleo que vazou durante tentativa de furto a uma refinaria no bairro Vila Santo Henrique, no km 58 da rodovia Ayrton Senna (SP-70), em Guararema, na última segunda-feira, está sendo investigado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) em razão de possíveis danos ambientais ao solo. A companhia informou que o reparo da tubulação já foi realizado e que a limpeza está sendo feita pela Transpetro, empresa responsável pelos dutos. 
A Prefeitura de Guararema preferiu não se pronunciar sobre o caso e diz que está acompanhando as investigações, mas que não será penalizada pelo fato.
O Setor de Atendimento a Emergências da Cetesb foi acionado pela empresa na noite de segunda, informando sobre queda de pressão no sistema. Uma equipe da empresa foi acionada e identificou uma válvula clandestina encaixada em um dos dutos, responsável pela retirada do produto.
Segundo a Polícia Civil, um representante da empresa informou que o valor do reparo do duto danificado é de R$ 2,5 milhões e que o caminhão de transporte com o produto, utilizado para o crime, foi apreendido com aproximadamente 200 litros de petróleo. A Secretária de Estado de Segurança Pública (SSP) informou que o caso está sendo investigado. Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso.
Procurada, a Transpetro explicou que as intervenções criminosas nos dutos podem trazer riscos à comunidade, como incêndios, explosões, vazamentos, poluição e contaminação de áreas ambientalmente sensíveis. "A colaboração e o engajamento dos moradores vizinhos aos dutos são muito importantes para minimizar o perigo que todos correm com esses atos criminosos", destacou em comunicado. "Por isso, a Transpetro mantém um canal de denúncia: o número 168. O anonimato é garantido, a ligação é gratuita e o telefone funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. A companhia também disponibiliza o whatsapp
(21) 99992-0168, pelo qual o morador pode contribuir enviando imagens e vídeos", completou.
Crime semelhante
O caso não é o primeiro no ano. Em junho, um homem de 40 anos, foi preso por furtar 14 mil litros combustível de dutos da Petrobras, em Santa Isabel. Na ocasião, os agentes foram informados da existência de uma mangueira de incêndio clandestina conectada à uma faixa de dutos da empresa e a placa de um caminhão. Os policiais identificaram o caminhão e abordaram o motorista, questionado sobre o furto, o suspeito confessou que havia realizado o furto em Santa Isabel. Os agentes apreenderam um caderno com anotações, recibos de abastecimento e a documentação do caminhão.
(*Texto supervisionado pelo editor.)
 
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News