Alto Tietê

Pipas em rede elétrica cortam a energia de mais de 300 mil clientes

Segundo a EDP, atenção deve ser redobrada nas férias escolares, quando os prejuízos com a brincadeira aumentam

06/01/2020 às 23:31
Atualizada em 06/01/2020 às 23:31.
Divulgação

Pipa e rede elétrica - FOTO: Divulgação

Empinar pipa ou "papagaio" é uma brincadeira saudável e bastante praticada por crianças e até mesmo adultos. Durante as férias escolares, a atividade é mais comum e, por isso, a EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, reforça orientações para um brincar seguro, principalmente longe das redes elétricas. A empresa destaca os cuidados para garantir a segurança neste período, quando os acidentes ocasionados pela diversão aumentam, inclusive nos municípios da região.
Para se ter uma ideia, em 2019, a EDP registrou 4.489 ocorrências de pipas na rede elétrica que abastece o Alto Tietê (veja quadro ao lado), deixando 317.366 clientes sem energia em algum momento do ano. Mogi das Cruzes e Suzano foram as cidades com os maiores índices, com 61.336 e 32.856, respectivamente, pessoas impactadas com os danos.
Para realizar o atendimento, as equipes da concessionária são deslocadas para efetuar o reparo e a limpeza da rede danificada, que, na maioria dos casos, tem a camada protetora da fiação cortada pela linha da pipa, interrompendo o fornecimento para a região. 
Segundo a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), as pipas foram a quinta maior causa de mortes relacionadas a energia elétrica no país entre 2009 e 2017, atrás de construção/manutenção predial, ligações clandestinas, instalação de antenas e poda de árvores. No período foram registrados 77 óbitos. Um dos motivos para as precauções.
Marcio Jardim, gestor executivo da EDP, enaltece a importância da prática segura da brincadeira. "Trabalhamos para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, mas nossa preocupação maior é com a segurança. Sabemos que o cerol ainda é muito utilizado e, por ser composto de pó de vidro, é altamente condutor de energia, podendo causar sérios acidentes com quem está brincando e com outras pessoas".
Para conscientizar a população e alertar crianças e adultos sobre como reduzir os riscos na hora de brincar, a EDP e o Instituto EDP realizam projetos durante todo o ano com as comunidades dos municípios onde a concessionária atua, principalmente em escolas e áreas com altos índices de ocorrências com a causa pipas.
Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e, em casos mais extremos, causar a morte. Para mais informações, consulte o site www.edponline.com.br.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News