Semelhante à Mogi-Dutra/Bertioga

Consórcio arremata lote do interior

09/01/2020 às 06:10
Atualizada em 09/01/2020 às 06:10.
Amanda Miwa

Manifestação Pedágio Mogi-Dutra SP-88 - FOTO: Amanda Miwa

Ainda com indefinições sobre o lote de rodovias paulistas que dão acesso ao litoral, principalmente no que se refere à pressão popular contra a instalação de uma praça de pedágio no km 45 da rodovia Mogi-Dutra (SP-88), a Agência do Estado de São Paulo (Artesp) avançou na manhã de ontem com o lote de rodovias entre Piracicaba e Panorama, que vem sendo chamado de Pipa e que muito se assemelha ao lote no qual deve ser implantado no Alto Tietê, no que diz respeito a estrutura e cronograma.
Com ágio histórico de 7.209% sobre a outorga mínima, o Consórcio Infraestrutura Brasil apresentou, na B3, bolsa de valores oficial do Brasil, a oferta vencedora de R$ 1,1 bilhão pela concessão do lote de rodovias "Piracicaba-Panorama". A concessão de 30 anos prevê investimentos que somam
R$ 14 bilhões para a infraestrutura rodoviária que atravessa a região de Campinas até o extremo oeste do Estado, na divisa com o Mato Grosso do Sul. 
Enquanto o lote de rodovias Pipa avança, o trecho que interessa aos moradores do Alto Tietê segue sem novidades e ainda não há a definição se a praça de pedágio planejada para a rodovia Mogi-Dutra será extinta do lote, como ressaltado pela diretora geral em exercício da Artesp, Renata Peres Dantas, no mês passado, quando, em reunião com a comitiva mogiana, afirmou que o departamento estuda alternativas para viabilizar financeiramente a exclusão do posto de cobrança.
De acordo com a Artesp, as contribuições encaminhadas nas audiências públicas e na consulta pública ainda estão em análise, ou seja, ainda não há a definição sobre os pontos sensíveis do lote de rodovias que dão acesso ao litoral.
Para Renata, o resultado do leilão de ontem mais uma vez demonstra que licitações comprometidas com a transparência e a segurança jurídica dos contratos trazem credibilidade para os projetos paulistas, o que indica que o modelo de concessão é visto como sucesso pela agência, e deve continuar sendo implantado no Estado. (F.A.)
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News