Perdas

Famílias da região tentam se restabelecer após prejuízos com as fortes chuvas

O temporal que atingiu o Alto Tietê na tarde de anteontem causou diversos danos à região. Em Ferraz de Vasconcelos, por exemplo, foram registrados 95 milímetros de chuva em 40 minutos, o que era esperado para todo o mês

Vitor Gianluca*
10/01/2020 às 00:34
Atualizada em 10/01/2020 às 00:34.
Amanda Miwa

Chuva causa danos em várias cidades do Alto Tietê - Rua Santa Catarina Morro Branco Itaquaquecetuba - FOTO: Amanda Miwa

O temporal que atingiu o Alto Tietê na tarde de anteontem causou diversos danos nas cidades da região. Em Ferraz de Vasconcelos, por exemplo, foram registrados 95 milímetros de chuva em 40 minutos, o que era esperado para todo o mês. O corpo de uma mulher foi encontrado no córrego Ribeirão Itaim, próximo a Guaianases, e a Prefeitura de Ferraz está investigando se ela é moradora do município. A administração também apura se ela estava acompanhada de um homem, supostamente, desaparecido.
A cozinheira Maria Aparecida Porto Bezerra, 42 anos, mora no bairro Tanquinho, um dos bairros afetados pela tempestade. Segundo ela, um caminhão foi arrastado pela água, parando em frente ao portão da sua residência e da vizinha. “A água estava fluindo bem, mas, quando ele foi carregado, bateu no portão da minha vizinha, que ficou presa. A água começou a entrar na minha casa e na dela”, contou. “Eu moro de aluguel, segundo os proprietários da casa, não alagava a rua há cinco anos. Agora que passei por isso, quero sair daqui”, completou.
Em Poá, não foi diferente. As pancadas de chuva, segundo a prefeitura, encheram o piscinão. Segundo a Secretaria Municipal de Segurança, por meio do Departamento de Defesa Civil, o volume de chuva esperado para ontem era de 20 milímetros, e foram registrados mais de 80 milímetros, quatro vezes a mais que o esperado.
A desempregada Dalvina Ângela Rocha, 62, e o filho Ronaldo Rocha, 41, moram na avenida Washington Luiz Pereira, na Cidade Kemel, e perderam grande parte dos móveis da casa. “A água entrou e tive que levantar todos os móveis, mesmo assim, perdi grande parte deles”, relatou Dalvina. 
Em Itaquaquecetuba, a diarista Roseli Laudelino, 45, disse que ratos estavam boiando no quintal de casa. “Nós moramos atrás de um hipermercado, e por ter comida por lá, muitos ratos aparecem. No meu quintal, 13 deles estavam boiando na água”, contou.
Já em Suzano choveu 80 milímetros por uma hora, também acima da expectativa de 23 milímetros. Segundo a prefeitura, no Jardim Monte Cristo, a água obrigou algumas famílias a deixarem as suas residências. A administração também informou que as equipes da Assistência e Desenvolvimento Social estão cadastrando esses grupos.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News