CUIDADO

Três posturas que podem minar o ânimo espiritual dos cristãos

Desespero com situações difíceis, isolamento e deixar de ouvir a Deus são prejudiciais ao dia a dia do cristão

André Sanchez*
22/01/2020 às 06:10
Atualizada em 22/01/2020 às 06:10.
Divulgação

André Sanchez, presbítero - FOTO: Divulgação

André Sanchez*
Quando olhamos para a história de Elias, observamos que ele foi um grande profeta, muito usado por Deus, porém, por alguns descuidos, passou por momentos difíceis de desânimo e falta de desejo de viver, o que fez com que ficasse totalmente apático diante do que Deus queria realizar através de sua vida!
Elias havia obtido grandes vitórias, estava no auge de sua vida espiritual: profetizou três anos de seca que aconteceram (1 Reis 17:1); multiplicou a farinha e o azeite da viúva de Sarepta (1 Reis 17:14-16); ressuscitou o filho dela (1 Reis 17:20-22) e venceu os 450 profetas de Baal (1 Reis 18:20).
Mas observamos que sua expectativa de ver mudanças em Acabe e Jezabel foi tremendamente frustrada quando sofreu graves ameaças desta contra sua vida (1 Reis 19:2). Isso trouxe desespero a Elias, ao ponto de pedir a Deus a morte (1 Reis 19:4) e se esconder de tudo e de todos em uma caverna (1 Reis 19:9).
Sim, o mesmo profeta que enfrentou os 450 profetas de Baal teve seu ânimo ferido poderosamente pela ameaça de uma mulher pagã! Será que isso (desespero, desânimo) que ocorreu com Elias pode ocorrer conosco? É certo que sim! Então, é sábio aprendermos com o profeta as três coisas que devemos cuidar para que nosso ânimo não seja destruído!
1) As situações difíceis e desconfortáveis
Uma situação difícil tem dois poderes sobre nós. O primeiro é o de nos fortalecer. Muitos conseguem enfrentar as tribulações da vida de tal forma que tiram delas um fortalecimento adicional para enfrentar novos desafios. Paulo disse: "Quando sou fraco, então, é que sou forte" (2 Coríntios 12:10). Isso é o ideal.
Elias tirou essa força das primeiras situações difíceis que venceu. Mas nem sempre é algo fácil! Após ser ameaçado de morte por Jezabel, ele permitiu que o segundo poder das situações difíceis o afetasse, que é a destruição do ânimo.
O ânimo de Elias foi minado. Sua fé enfrentou grande provação naquele momento. Seu coração, por um momento, foi contaminado pelo desespero. Precisamos aprender a não permitir que esse segundo poder das situações difíceis e desconfortáveis domine sobre nós!
2) O isolamento de Deus e das pessoas
Elias foi questionado por Deus. Veja: "Ali, entrou numa caverna, onde passou a noite; e eis que lhe veio a palavra do Senhor e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?" (1 Reis 19:9). É claro que Deus sabia exatamente o que Elias fazia ali, como estava usando o isolamento para fugir das tribulações, achando que aquilo seria uma solução.
A pergunta de Deus tem mais o objetivo de provocar o próprio Elias a uma reflexão profunda: era para você estar aqui, Elias? Note que Deus pergunta isso duas vezes a ele (também em 1 Reis 19:13). Você tomou a decisão certa em buscar o isolamento? Era isso o que Deus queria que ele pensasse!
O isolamento nos torna mais frágeis do que já somos! Precisamos estar ligados com Deus em primeiro lugar. Depois, com irmãos engajados na mesma missão! Note que Deus explicou a Elias, em 1 Reis 19:18, que havia em Israel 7 mil pessoas que não se dobraram a Baal. Ele não estava sozinho como pensava!
O diálogo de Deus com Elias na caverna o fez enxergar que o isolamento não contribuiu em nada com sua vida. Precisava sair dali! A vida do servo de Deus é em "corpo", é em comunidade e não em isolamento.
3) Deixar de ouvir e principalmente obedecer a Deus
Apesar de alguns erros que Elias cometeu, como mencionamos nos dois primeiros tópicos, existiu algo que não foi uma falha e que foi fundamental para a recuperação de seu ânimo: aquele homem continuou ouvindo Deus!
Deixar de ouvir Deus é o completo sepultamento de nosso ânimo, de nossa força de vida! O Senhor falou para Elias: "Vai, volta ao teu caminho para o deserto de Damasco e, em chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria" (1 Reis 19:15).
Por alguns momentos, Elias deixou-se levar pelas situações difíceis, escondeu-se em uma caverna, porém, após ouvir a voz de Deus, que o fez refletir sobre tudo aquilo, ordenando que ele saísse dali e voltasse para a missão, obedeceu! 1 Reis 19:19 diz "partiu, pois, Elias...".
Elias recuperou sua ousadia! Mais tarde, conseguiu confrontar Acabe e também a mesma Jezabel que o ameaçou de morte, dando uma pesada profecia sobre a morte dela (1 Reis 21:23).
Por isso, não deixe de ouvir, mas também não deixe de obedecer a voz de Deus. Essa é a receita precisa para que seu ânimo espiritual e de vida não seja destruído pelas circunstâncias!
*André Sanchez é presbítero.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News