2019

Suzano tem maior número de mortes no trânsito dede 2015

Dados são levemente maiores do que os registrados no passado; outros municípios tiveram redução nos casos

Felipe Antonelli
20/01/2020 às 23:18
Atualizada em 20/01/2020 às 23:18.
Felipe Claro

Acidente no Cruzamento da Praça João Antônio Batalha - FOTO: Felipe Claro

Mesmo sem nenhum óbito registrado no mês passado, 2019 foi o ano em que mais pessoas morreram no trânsito de Suzano desde 2015, visto que 30 pessoas perderam suas vidas em acidentes. De acordo com o Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), a diferença entre os anos é mínima, já que em 2015 houve 28 mortes; em 2016, 29; 2017, 27; e 2018, 29.
Os piores meses para a cidade foram março, com sete mortes, e julho com seis, ou seja, quase metades das mortes nos trânsito de Suzano em 2019 foram registradas apenas nestes dois meses, sendo que as outras 17 mortes ocorreram nos outros dez meses.
Os dados para o mês de dezembro, entretanto, chamam atenção se comprados com os dados estaduais. Isso porque, no Estado de São Paulo, dezembro de 2019 foi o mês no qual mais pessoas morreram, enquanto em Suzano nenhuma acidente com vítima fatal foi registrado. Foram 503 mortes no Estado acompanhando tendência analisada em dezembro dos últimos quatro anos, com altos índices de mortalidade.
O fato de nenhuma pessoa ter morrido nos acidentes de trânsito em Suzano, em dezembro do ano passado, pode ser explicado pela queda no número de acidentes com vítimas (fatais ou não) no período.
Foram 39 acidentes no último mês de 2019 enquanto em novembro o número foi de 57, diminuição de 31,7% no período. Vale ressaltar que a comparação de acidentes com vítimas ainda não é possível entre os anos pois o Infosiga começou a divulgar apenas neste ano este dado.
Alto Tietê
O número de mortes no trânsito em Mogi das Cruzes apresentou leve queda em 2019 na comparação com 2018. Isso porque, a cidade computou ao longo do ano passado 64 óbitos, enquanto há dois anos, foram registradas 67.
A redução de 4,47% entre os período foi determinada pelos registros de dezembro que apontaram dois casos a menos em 2019, visto que houve seis mortes no ano passado e oito em 2018.
Assim como em Mogi, Poá e Itaquaquecetuba também apresentaram diminuição nas mortes no trânsito, sendo que na primeira cidade a redução foi acentuada. Em 2018 nove pessoas morreram nas vias poaenses e no ano passado apenas três, uma redução de 66,6%. Em Itaquá a diferença foi menor, 8,33%, de 36 para 33 mortes.
Estado de São Paulo
A diminuição nas mortes no trânsito no Estado de São Paulo já era um tendência dos últimos meses de 2019 e assim se manteve. Assim como em Mogi, 2019 foi o ano em que menos houve óbitos nas vias municipais, estaduais e federais que passam pelo Estado, com 5.468 óbitos. 2015 continua sendo o maior valor, com 6.466 vítimas fatais, seguido por 2016 (5.954), 2017 (5.660) e 2018 (5.468).
 
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News