Opinião

R$ 35 milhões

17/01/2020 às 06:10
Atualizada em 17/01/2020 às 06:10.
Em reunião realizada ontem entre o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, ocorrida na capital, ficou acertado que a região vai receber R$ 35 milhões para realizar o desassoreamento dos rios e córregos que cortam os dez municípios do Alto Tietê.
Enfim uma boa notícia que deve ser comemorada, e muito, tanto por autoridades quanto por moradores da região. Essa quantia deverá ser suficiente para realizar a limpeza dos corpos d'água da região.
Talvez o tempo que precise ser levado para realizar o procedimento ainda possa não ser determinado, no entanto, este é o momento certo para que outras ações ocorram em paralelo para manter os rios e córregos limpos depois que os serviços de desassoreamento terminarem. Tal medida incluiria uma série de trabalhos e um deles seria o aperfeiçoamento do esgotamento sanitário, algo que já vem sendo realizado com a construção dos interceptores 15 e 16, que vão desviar os dejetos que, atualmente, têm o rio Tietê como destino, e serão enviados diretamente para uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).
Outro fator a ser verificado é a construção de moradias irregulares nas proximidades de corpos d'água. Como são justamente irregulares, não há ligação direta dos imóveis com a rede de coleta de esgoto, logo, os dejetos caem diretamente nos rios e córregos, sem qualquer tipo de tratamento. Se não for encontrada outra maneira de garantir moradia para essa população, todo o dinheiro e o tempo gasto com o desassoreamento estarão perdidos.
Por último, mas tão importante quanto os demais, é a mudança cultural dos habitantes do Alto Tietê. Mesmo com o tema de ecologia e mudanças climáticas em voga, ainda é possível ver pessoas jogando lixo no chão e móveis velhos nas ruas. Em dias de forte chuva é para os rios que eles são levados, além dos bueiros. Criar uma nova cultura de prevenção ambiental nos moradores da região é um dos pontos-chave para que tudo o que está sendo planejado hoje tenha resultado perene amanhã e para o futuro.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News