Opinião

Liberdade de expressão

19/01/2020 às 06:10
Atualizada em 19/01/2020 às 06:10.
Um ano acaba, outro começa, e, às vezes, a impressão que se tem é de que, embora esperamos melhoras e significativas transformações, tudo parece igual. Escândalos sociais, políticos, econômicos, e, mais recentemente, culturais, e todos, em meio aos holofotes, abrem espaço para reflexões. Um dos grupos que encontram nesses acontecimentos um gancho para repercutir as perplexidades à nossa volta são as escolas de samba, que já se preparam para os desfiles deste ano, não só de fantasias, alegorias, carros alegóricos, mas, principalmente, de samba-enredos, que carregam o direito da liberdade de expressão, algo muito precioso atualmente.
As escolas da região estão no preparativos e as de São Paulo e Rio de Janeiro já definiram suas canções, carregando temáticas que nos relembram momentos históricos. Negritude, força feminina, história do batuque e homenagem à China e ao Líbano estão entre as letras paulistas. Na capital carioca, o conteúdo é mais ácido, com críticas diretas à política de segurança pública, ao racismo, à intolerância, à ganância e ao descaso dos governantes.
No geral, as escolas homenageiam cidades, países, personalidades; falam de acontecimentos históricos, como a Revolução Industrial; e ao mesmo tempo atual, como o avanço da tecnologia. Outras se alimentam do cotidiano, e dão um tom político ao Carnaval. Este é um daqueles momentos para dar um "chacoalhão" na sociedade, que precisa enxergar a festividade além da folia, mas como uma oportunidade de se integrar aos problemas, que ainda persistem.
Neste ano, ao som do abre-alas, envolva-se não apenas no ritmo, no clima festivo, na animação; integre-se nas mensagens, interprete os recados, olhe à sua volta, e, mesmo que minimamente, faça a sua parte em contribuição a uma melhor sociabilidade. Permita-se ser consciente, reflexivo, atuante e perspicaz, e jamais doutrinado, condicionado e manipulado. Assim como o Carnaval, que representa um tom de liberdade, encontre o samba-enredo que melhor defenda a sua expressão, a sua ação e o seu poder de transformação.
Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News