Hospital Santa Maria vai atender diversos convênios

Previsão é de que futura unidade feche um acordo com mais de 40 convênios
Previsão é de que futura unidade feche um acordo com mais de 40 convênios - FOTO: DANIEL CARVALHO
O Hospital Santa Maria, que será inaugurado parcialmente em Suzano até outubro, apesar de ser do Grupo Samed, atenderá diversos convênios particulares e não apenas o da empresa. A lista de conveniados ainda não foi fechada, mas se seguir os trâmites do Hospital Santana, da mesma rede, é possível que seja fechado acordo com mais de 40 convênios da região.

De acordo com a assessoria do grupo de Saúde, a relação de nomes ainda está sendo definida. "Não será apenas a Samed. Todos os convênios preparados farão parte do leque de atendimento no Hospital Santa Maria, desde que em consonância com o Grupo Samed. O Hospital Santana, em Mogi das Cruzes, por exemplo, atende mais de 40 convênios", completou a empresa.

A unidade funcionará inicialmente como um pronto atendimento e será aberto em até 60 dias, prazo para que o prédio da antiga Unidade II da Santa Casa passe por reforma e também para que sejam emitidas as licenças e autorizações necessárias. O investimento total para a abertura e funcionamento do hospital nos três primeiros meses será de aproximadamente R$ 12 milhões.

Todas as informações sobre o novo serviço foram divulgadas nesta semana pelo diretor presidente do Grupo Samed, Mannie Liu, pelo diretor superintendente, Adalcindo Vieira do Nascimento Filho, pelo gestor executivo Paulo Cesar Fascina, e pelo gestor executivo do Hospital Santana, Ruy Sergio Hernandes, durante entrevista concedida no escritório da empresa, em Mogi das Cruzes.

Segundo o diretor superintendente do grupo, o novo hospital terá 110 leitos, sendo dez para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). "Nesse primeiro momento funcionará o pronto-socorro, até porque o prédio estava bastante 'detonado' e precisa de vários reparos. A expectativa é abrir dentro de 45 a 60 dias. Nosso projeto é que todas as alas e setores, entre eles internação e cirurgias, estejam em operação a partir de janeiro de 2016". Nos primeiros meses, os pacientes atendidos no local terão à disposição um serviço de transporte para o Hospital Santana, em Mogi, em caso de necessidade de internação ou cirurgia.

Deixe uma resposta

Comentários