Hospital Santa Maria vai abrir ala com 26 leitos até setembro

Direção da unidade apresentou a obra, que teve R$ 12 milhões de investimento
Direção da unidade apresentou a obra, que teve R$ 12 milhões de investimento - FOTO: Erick Paiatto
A segunda etapa das obras do Hospital Santa Maria, em Suzano, está prestes a ser concluída. A inauguração está prevista para acontecer até 1º de setembro. Esta é a fase da implantação da ala de internação, que disponibilizará 26 leitos para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a enfermaria.

O próximo passo inclui a conclusão do centro cirúrgico, que poderá entrar em operação no ano que vem. As informações foram divulgadas ontem, durante coletiva de Imprensa com os gestores e diretores técnicos da unidade.

A estrutura do prédio está sendo reformulada com investimento de R$ 12 milhões. No momento, o hospital se encontra na fase de cotação dos equipamentos que vão compor o segundo pavimento, onde será abrigado o setor de internação.

O novo espaço terá dez leitos para UTI e 16 para enfermaria, segundo o gestor executivo do Santa Maria, Ruy Sérgio Hernandes. "Essa será uma ala de internação com novos leitos, áreas de isolamento e todos os recursos próprios da UTI", afirmou. Ele lembrou que o grupo está ampliando parcerias com novos convênios para pacientes da região.

Atualmente, a unidade tem cerca de 70 funcionários. Com a segunda fase concluída, haverá um aumento de 85,7% nos postos de trabalho. "Após a conclusão dessa etapa, devemos ter mais 60 pessoas empregadas, totalizando 130", disse Hernandes. Após o término de toda a adequação da estrutura, haverá cerca de 600 funcionários.

"A obra é muito grande, então tivemos que reformular, praticamente, a estrutura inteira. Por isso, dividimos em quatro etapas e fizemos o pronto-socorro, que já foi concluído", detalhou o diretor técnico do Santa Maria, Luís Oliveira. "A segunda etapa são as internações clínicas. Vamos começar com a UTI e mais 16 leitos de enfermaria. O próximo passo será a sequência para o setor de internações cirúrgicas, com a reformulação do centro cirúrgico", completou o diretor. O hospital tem capacidade para um total de cem leitos, aproximadamente.

Oliveira explicou que o centro cirúrgico vai exigir uma grande reforma e diversas readequações. "A intenção é trazer todas as cirurgias que são feitas no Hospital Santana, em Mogi das Cruzes, inclusive, as de alta complexidade, como cardíacas e neurológicas, deixando o Santa Maria com uma estrutura para atender todas as necessidades", afirmou.

No entanto, o centro cirúrgico vai atender cirurgias de baixa e média complexidade a partir do ano que vem. "As cirurgias cardíacas, por exemplo, ainda vão demorar um pouco, até porque precisamos de espaço mais estruturado e equipe treinada. Deve acontecer em 2018".

Maternidade

Durante a coletiva, os gestores e diretores do Santa Maria informaram que a implantação da maternidade ainda é um projeto, que deve ser concretizado nas próximas fases de readequações da estrutura hospitalar. "É um projeto que demanda um estudo complicado, porque maternidade não é só parto, mas, sim, o pré-natal, ala pediátrica, e estamos projetando isso", disse Hernandes.

REFORMA DE IMóVEL DA SAMED DEVE SER CONCLUíDA EM 60 DIAS

A reforma do prédio antigo da Samed, que foi desativado no início do ano, tem previsão de ser concluído em, aproximadamente, 60 dias. A nova estrutura do espaço vai disponibilizar um atendimento diferenciado, separando o público feminino do masculino, segundo adiantou o gestor executivo Paulo Cesar Fascina.

O gestor disse ainda que o centro médico vai disponibilizar um atendimento maior ao público de Suzano e do Alto Tietê. "No momento, estamos reformando e haverá um espaço diferenciado, assim como tem na unidade de Mogi das Cruzes. Separamos os atendimentos ambulatoriais dos homens e das mulheres, até para deixar a mulher em um ambiente mais confortável e especial, por isso está em reforma", explicou Fascina sem dar mais detalhes. "Além dos atendimentos que já existem, haverá outros projetos, mas vamos informar a respeito conforme o andamento", afirmou o gestor.

Mudança

Enquanto o prédio da Samed é reformado em Suzano, os atendimentos do centro médico ocorrem no Hospital Santa Maria, com todo o suporte necessário. Após a conclusão da obra, algumas especialidades serão retomadas na antiga estrutura. (F.F.)

Deixe uma resposta

Comentários