Obra da nova Câmara de Ferraz está abandonada

Construção está completamente largada, com mato alto, objetos enferrujados e estruturas inacabadas
Construção está completamente largada, com mato alto, objetos enferrujados e estruturas inacabadas - FOTO: Erick Paiatto
Com apenas 65% das obras concluídas, a sede própria da Câmara de Ferraz de Vasconcelos segue sem previsão de ser inaugurada. A construção foi paralisada ainda no segundo semestre do ano passado e a Secretaria Municipal de Obras constatou a necessidade de um aditamento de mais de
R$ 1 milhão de um orçamento previsto em R$ 3,4 milhões, segundo informações da Casa de Leis. Além disso, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) apontou possíveis irregularidades.

A reportagem do Grupo Mogi News esteve no local e encontrou um cenário em situação de abandono. O prédio, com a construção inacabada, está rodeado de mato. Os serviços pararam quando chegavam na fase de acabamento dos 19 gabinetes, do setor administrativo e da construção do plenário.

Na última segunda-feira, o Legislativo cobrou a Secretaria Municipal de Governo. Por sua vez, a pasta informou aos parlamentares que a prefeitura havia recebido um relatório da Secretaria Municipal de Obras constatando a necessidade de mais R$ 1 milhão para que as obras sejam reiniciadas. No entanto, o orçamento inicial previsto para a execução do empreendimento era de
R$ 3,4 milhões.

A Câmara ainda lembrou que, em janeiro, os vereadores da Casa de Leis também participaram de uma reunião com o chefe da pasta de Obras Antônio Carlos dos Santos Ferreira, O Carlinhos, para discutir a retomada dos trabalhos.

Além dessas questões financeiras, existem apontamentos do TCE-SP sobre possíveis ilegalidades no que diz respeito a realização de pagamento de medições que não estavam previstas em contrato.

O presidente da Câmara Flávio Batista de Souza (PTB), o Inha, deve agendar uma reunião, em breve, com o prefeito José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, juntamente, com o representante da empreiteira Arcan, responsável pela obra, para mais esclarecimentos. "No fundo, o Legislativo quer uma definição o quanto antes", informou o Legislativo, por meio de nota.

O terreno onde a nova sede era instalada conta com 18 mil metros quadrados (m2) de área construída. Atualmente, a sede do legislativo funciona na avenida Dom Pedro II, no centro, em um prédio alugado.

Deixe uma resposta

Comentários