Contrato prevê investimento de R$ 923 mil em agricultura local

Produtos serão entregues ao longo do ano; acima, Melo e Karin acompanham Projeto Fazendinha Robótica
Produtos serão entregues ao longo do ano; acima, Melo e Karin acompanham Projeto Fazendinha Robótica - FOTO: Daniel Carvalho
A Prefeitura de Mogi das Cruzes assinou um contrato que garante a compra de 230 toneladas de verduras e legumes da agricultura familiar da cidade para abastecer a merenda escolar. Serão investidos R$ 923.031,35 na aquisição dos produtos de três cooperativas. Esse é o segundo grande contrato firmado entre a administração municipal com agricultores familiares - o primeiro foi no ano passado com um investimento de R$ 241.310,84 .

A meta do prefeito Marcus Melo (PSDB) é que esses produtos cheguem ao patamar de 100% das verduras e legumes consumidos na merenda escolar. De acordo com a secretária municipal de Educação, Juliana Guedes, as verduras e legumes da agricultura familiar representam 40% dos produtos consumidos pelos alunos da rede municipal. Ela acredita que o percentual de compra de 30%, obrigatório para esse tipo de atividade pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), seja superado esse ano.

O secretário municipal de Agricultura, Renato Abdo, afirmou que o contrato possibilita que os agricultores façam investimentos e diversifiquem suas produções. "Estamos comprando de 46 produtores, especialmente as folhosas. Esses produtos serão entregues ao longo do ano letivo e poderão ser ampliado conforme a demanda", esclareceu.

O prefeito lembrou que agora é possível reconhecer ainda mais o trabalho dos agricultores familiares e levar para a merenda alimentos que são produzidos pela própria família dos alunos. "O próprio agricultor tem um valor melhor, pois vende diretamente", ressaltou Melo.

"Nesse contrato serão 13 produtos, como alface, couve, couve-flor e abobrinha, mas queremos aprofundar. Hoje, temos 24 cooperados", disse o presidente da Cooperativa dos Produtores Agrícolas do Cinturão Verde do Alto Tietê (Coopavat), Leandro Laranjeira.

Além da Coopavat, a Cooperativa dos Produtores Rurais de Jundiapeba e Região (Cooprojur) e a Cooperativa dos Produtores Familiares de Santa Isabel (Coaipro) participam do contrato.

Robótica

Durante o evento de assinatura do contrato, na sede da Secretaria de Agricultura, os alunos da escola E.M. Antonio Pedro Ribeiro, apresentaram o Projeto Fazendinha Robótica, com protótipos de equipamentos que podem ser utilizados no campo. 

Deixe uma resposta

Comentários