Mogianos correm para ter peixe no almoço

Mercado Municipal vai abrir hoje para atender aos clientes que deixaram a compra para a última hora
Mercado Municipal vai abrir hoje para atender aos clientes que deixaram a compra para a última hora - FOTO: Daniel Carvalho
O Mercado Municipal de Mogi das Cruzes ficou movimentando na manhã de ontem com a correria das pessoas que foram procurar o peixe para o almoço da Sexta-feira Santa. Sardinha, corvina e bacalhau foram os pescados mais disputados pelos mogianos. Os comerciantes afirmaram que a venda do bacalhau cresceu cerca de 20% nesse ano. O Mercadão ficará aberto durante o feriado, mas em horário especial.

A comerciante Elza Yamato, de 57 anos, afirmou que as vendas de bacalhau superaram a expectativa e cresceram em relação ao mesmo período do ano passado. "O movimento foi grande durante toda essa semana. As pessoas estão comprando mais, pois muitas receberam o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Trabalhamos com dois tipos de bacalhau, o do Porto que o quilo está R$ 88 e o Norueguês, que sai por R$ 54 o quilo. Tem para todo os bolsos. Vendemos de tudo um pouco, o desfiado, por exemplo, as pessoas fazem bolinho de bacalhau, escondidinho e suflê", destacou.

Os valores do bacalhau variavam no Mercado Municipal dependendo da qualidade e do tipo. Era possível encontrar por exemplo, o quilo do desfiado por
R$ 39,90, o filé por R$ 79,70, o Zarbo por R$ 33,90 e o do Porto por R$ 89,50.

O comerciante Alexandre Santarelli, 25, informou que vendeu cerca de 2 toneladas de bacalhau para a Semana Santa. "As vendas estão boas, notamos um crescimento de 20%. O movimento foi grande entre terça e quarta-feira. Hoje (ontem) também está bom. Como o bacalhau precisa dessalgar, os clientes compram com antecedência. Amanhã (hoje) devemos vender alguns itens como azeitona. Já no sábado, a saída é para os pertences de feijoada", disse.

A desempregada Vanda Rosa da Costa, 47, foi ao Mercadão para garantir o almoço da Sexta-feira Santa. "Estou procurando um peixe para assar, normalmente compro a tainha. Vou levar o bacalhau também. Na minha família é tradição comer peixe na Sexta-feira Santa. Vamos receber 12 pessoas para o almoço", contou.

O Mercadão vai abrir hoje das 7 às 12 horas.

Deixe uma resposta

Comentários