Empresa é desclassificada em Suzano e buracos continuam

Maquinário foi reprovado na avaliação da prefeitura; Rodrigo S. do Nascimento Pavimentação EPP deve assumir
Maquinário foi reprovado na avaliação da prefeitura; Rodrigo S. do Nascimento Pavimentação EPP deve assumir - FOTO: Irineu Júnior/Secop Suzano
A Prefeitura de Suzano desclassificou a empresa vencedora do processo licitatório aberto recentemente para a contratação de uma empresa que presta serviços de tapa-buracos. A Via Nova Pavimentação e Construção Ltda. não atendeu aos requisitos técnicos exigidos no edital durante avaliação de maquinário ocorrida na última segunda-feira. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado ontem. Ainda cabe contestação.

De acordo com o diretor do Departamento de Compras e Licitação, Eduardo Pacheco, a empresa desclassificada tem três dias úteis para recorrer da decisão por parte da administração municipal. Em caso de indeferimento, a segunda colocada do certame será convocada, via publicação oficial.

"Caso ocorra esta convocação, o primeiro passo será analisar toda a documentação da segunda colocada. Se a empresa estiver apta, vamos marcar uma data para que ela apresente seus equipamentos, assim como ocorreu com a empresa vencedora, mas que acabou desclassificada, tecnicamente", detalha Pacheco. A segunda colocada na concorrência foi a Rodrigo S. do Nascimento Pavimentação EPP.

O diretor de licitações informou ainda que a desclassificação da Via Nova vai ao encontro do pedido do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR). "Ele já determinou que deve ser cumprido o edital à risca, sem exceções. E, mais: sabemos que a cidade tem uma grande necessidade, ou seja, o serviço de tapa-buraco precisa ser executado o mais rápido possível, mas, também, com qualidade e transparência. A Prefeitura de Suzano está lidando com este processo com muita responsabilidade e cuidado", detalha.

O caso

A sessão pública da licitação para a contratação de uma empresa para serviço de tapa-buraco foi realizada na manhã de 5 de abril, no Paço Municipal. Entre as 15 empresas credenciadas para participar do pregão, a vencedora apresentou o valor mais baixo para a execução do serviço: R$ 426, por tonelada de massa aplicada.

Cinco dias depois, a Prefeitura de Suzano determinou uma data para que os equipamentos pudessem ser apresentados na Garagem da Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Urbanos, que seriam duas máquinas de rolo, dois caminhões térmicos, duas máquinas de fresa e dois compressores de asfalto.

O ato na última segunda-feira contou com a participação do representante da empresa vencedora do certame e foi ainda acompanhado por um técnico da pasta e pelo secretário Ari Serafim Barbosa. Também acompanharam as tratativas os representantes de cinco empresas que participaram da disputa.

Deixe uma resposta

Comentários