Processo seletivo reúne centenas de candidatos

Interessados em uma das 30 vagas da prefeitura ainda podem se inscrever hoje
Interessados em uma das 30 vagas da prefeitura ainda podem se inscrever hoje - FOTO: Daniel Carvalho
Hoje é o último dia para se cadastrar no processo seletivo da prefeitura de Poá, que está com 30 vagas de emprego abertas. As inscrições tiveram início ontem e estão sendo feitas na Praça de Eventos Lucilla Gomes Felippe, das 9 às 15 horas. Logo nas primeiras horas, centenas de pessoas apareceram no local para se candidatar. A ação vai contratar profissionais para os cargos de digitador, cuidador, educador social e instrutores para diversas áreas.

Os salários variam de
R$ 1,3 mil a R$ 1,7 mil, dependendo do cargo. Há 10 vagas para digitador, com salário de
R$ 1.301 e mais 10 para educador social com remuneração de R$ 1.491. Para instrutor de informática tem apenas uma vaga e é o cargo que oferece a maior remuneração;
R$ 1.774. Há ainda cinco vagas para cuidador de idoso e uma vaga para instrutor de música, instrutor de teatro e cuidador com salários que variam de R$ 1,3 mil a
R$ 1,4 mil.

Muitas pessoas que estão, há anos, desempregadas e que tem até graduação estavam buscando uma oportunidade no processo seletivo de ontem. É o caso de Sandra Datovo, de 47 anos, que se formou em química, mas se candidatou para a vaga de Educadora Social. "Estou há três anos desempregada. O que dificulta ainda mais o ingresso no mercado de trabalho é a idade, que acaba minando as oportunidades", avaliou, dizendo que está com expectativas de conseguir uma ocupação. "A gente pensa positivo e espera que corra tudo bem. Essa seria uma experiência nova. Vou torcer para conseguir".

Além de Sandra, muitas pessoas também buscavam oportunidades fora da área de formação. "Sou formada em prótese dentária, mas com essa crise já estou há dois anos desempregada", contou uma das candidatas ao cargo de digitadora, Suelen Miranda, 22. "Não consegui nada na minha área ainda. Por enquanto só estagiei. Então vim buscar uma oportunidade porque sei que está difícil arranjar um emprego".

Já o jovem Tales Gabriel, 17, estava em busca do primeiro emprego e concorria ao cargo de digitador. "Me formei em técnico de informática e já fiz alguns concursos públicos", contou. "Esse processo seletivo acaba sendo um preparatório para mim. Não sei como vai ser depois, até porque são muitos candidatos para poucas vagas".

Outro concorrente à vaga de digitador, Gildner Alencar, 33, estava confiante ontem. "Sou formado há cinco anos e a expectativa é boa, até mesmo por conta da minha qualificação que pode ser um diferencial", avaliou o candidato.

De acordo com o edital do processo seletivo, trata-se de contratação emergencial para atender programas e projetos da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

Os candidatos também serão submetidos a uma prova escrita e a outra avaliação de títulos. Para concorrer a qualquer uma das vagas é necessário que o candidato tenha apenas o ensino médio completo e conhecimento das funções que escolher.

O candidato vai preencher uma ficha no local da inscrição e deve apresentar documentos e cópias do RG, CPF e certidão de nascimentos dos filhos menores de 16 anos.

Deixe uma resposta

Comentários