População desacredita de hospital

Quando se fala na construção de um hospital federal, em Suzano, a população se mostra incrédula com a possibilidade. O projeto, que teve início na gestão do ex-prefeito Marcelo Cândido (sem partido) se estendeu, mas não avançou. No entanto, a atual gestão afirma não ter desistido de instalar o empreendimento no município e que há tratativas em andamento.

À princípio, a obra seria executada em um terreno situado na rua Doutor Prudente de Moraes, na Vila Amorim. Até hoje é possível ver a marca do anúncio sobre a construção do futuro hospital no muro que cerca a área. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, já foi iniciado um estudo de avaliação dos custos para a instalação de um Hospital Federal em Suzano. "A pasta informa ainda que a administração municipal não cogita abrir mão do projeto", reforçou, acrescentando que as tratativas estão em andamento, mas sem dar mais detalhes.

Enquanto o projeto não sai do papel, os munícipes se mostraram desacreditados com a possibilidade de Suzano receber um empreendimento como esse. "Só se for milagre. A cidade precisa de outro hospital público, porque só tem a Santa Casa que está um caos, mas é difícil de acreditar", avaliou a dona de casa Janeide Camila Mota, 21 anos.

Para a operadora de caixa Júlia Lima Bezerra, 19, a proposta virou lenda. "Acho que esse é um projeto impossível. Só mesmo um milagre para trazer esse hospital para cá", disse.