Segurança Pública realiza relatório de ações em Poá

Informações foram apresentadas ontem em audiência pública na Câmara
Informações foram apresentadas ontem em audiência pública na Câmara - FOTO: Flavio Aquino/Secom Poá
Com a presença de representantes das polícias Militar e Civil e da Prefeitura de Poá, por meio da Secretaria de Segurança Urbana, aconteceu na manhã de ontem, na Câmara, uma audiência pública da Comissão Permanente de Segurança Pública, que teve como objetivo discutir e prestar contas das últimas ações desenvolvidas pelos organismos de segurança da cidade.

Conduzida pelo vereador Francisco Paulo Garcez (SD), o Garcez do Proerd, a atividade também contou com a participação do parlamentar Mario de Oliveira (PPS), o Marinho do Jornal. Segundo o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Poá, capitão Paulo Marcelo Esvael do Carmo, houve uma redução de 400% do índice de latrocínio no mês de março de 2017 em relação ao mesmo mês do ano anterior.

"Devido aos números registrados em dezembro de 2016 e janeiro deste ano, houve uma grande preocupação e por este motivo várias ações foram efetivadas e com saldo positivo e já houve diminuição nos índices de criminalidade do município", ressaltou o comandante Esvael do Carmo.

O delegado Renato de Almeida Barros também destacou as ações realizadas pela Polícia Civil e afirmou que mesmo com defasagem de recursos humanos, a Delegacia de Poá ficou em primeiro lugar em produtividade dentre todas as unidades que pertencem à Delegacia Seccional Mogi das Cruzes. "As ações conjuntas com a Polícia Militar são de fundamental importância para que o bom trabalho continue sendo realizado", completou.

A Secretaria de Segurança Urbana de Poá ampliou os serviços oferecidos pela "Delegacia Eletrônica", que funciona na sede da pasta (rua Monteiro Lobato, 170, na Vila Júlia). Além do registro de boletim de ocorrência, o espaço agora também auxilia os munícipes a conseguir a expedição de Atestado de Antecedentes, da Certidão Negativa de Distribuição Criminal Estadual, entre outros.

Deixe uma resposta

Comentários