Postos informarão qual o combustível mais barato

Autores da proposta foram Araújo e Diegão; sessão teve debate sobre a greve
Autores da proposta foram Araújo e Diegão; sessão teve debate sobre a greve - FOTO: Daniel Carvalho
A Câmara aprovou uma lei que obriga os postos de combustíveis informarem aos consumidores qual é o combustível mais rentável no dia. As placas informativas devem ser colocadas nas bombas de combustíveis. De acordo com os autores da proposta, Mauro Araújo e Diego Martins, o Diegão, ambos do PMDB, o objetivo da medida é facilitar a escolha dos clientes. Os postos terão 30 dias para se adequarem a nova legislação.

A proposta aprovada ontem pelos vereadores substitui a lei 6.809 de 2013 que já obrigava os postos de combustíveis informarem o valor percentual do preço do litro do etanol em relação ao litro da gasolina comum. Agora, a nova legislação específica que o aviso precisa ser afixado nas bombas de combustíveis para facilitar a visualização dos dados.

As placas terão as dimensões mínimas de 60 centímetros de cumprimento por 40 centímetros de largura. Araújo justificou que boa parte dos veículos que circulam pela cidade são flex, por isso é importante que os consumidores saibam qual é o combustível mais vantajoso no dia. "Temos quase 200 mil veículos em Mogi, desse total, tenho quase certeza que 80% são flex, ou seja, que aceitam álcool e gasolina", acrescentou.

Segundo Araújo, atualmente, os motoristas que quiserem saber qual o combustível mais vantajoso precisam fazer um cálculo. "Se o preço do álcool superar 70% do valor da gasolina, ele não compensa, se for menor, é mais vantajoso. Imagina para o consumidor, além de pesquisar a variação entre os postos, ainda ter que calcular isso", disse.

Segurança

Os vereadores encaminharão uma moção ao governo do estado solicitando aumento do efetivo de policiais que atuam no município, além de pedir que uma base seja instalada na Região da Divisa. A sugestão foi levantada pelo vereador Antonio Lino da Silva (PSD), que afirmou que a falta de segurança é a principal reclamação dos moradores que vivem na região. "Hoje, a 2° Companhia da Polícia Militar cuida de uma área de 200 mil pessoas", ressaltou.

Defesa 

O vereador Rodrigo Valverde (PT) utilizou a tribuna da Câmara para mobilizar as pessoas para a greve geral agendada para amanhã. Na cidade, o ato será às 8 horas no Largo do Rosário. A manifestação é contra as reformas da previdência e trabalhista proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB). O vereador Mauro Araújo (PMDB) também aproveitou o espaço para rebater as críticas do petistas e afirmou que as medidas são importantes para o crescimento do país. 

Deixe uma resposta

Comentários