Oficinas devem capacitar duas mil pessoas este ano

Um dos cursos oferecidos é o de Pintura em Tecido
Um dos cursos oferecidos é o de Pintura em Tecido - FOTO: Antônio Márcio/AIPMI
A Secretaria de Desenvolvimento Social de Itaquaquecetuba, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do município, vem ampliando o número de vagas disponibilizadas gratuitamente para oficinas de geração de renda. De acordo com o prefeito Mamoru Nakashima (PSDB), o objetivo é que os projetos cada vez mais ofereçam oportunidades para jovens, adultos e pessoas da melhor idade.

Entre 2013 e 2015, a gestão municipal oferecia cerca de 1.200 vagas em oficinas profissionalizantes ao longo do ano. Em 2016 esse número subiu para quase 2 mil vagas. "Esses projetos oferecem a possibilidade das pessoas se tornarem empreendedoras, fazendo com que elas gerem a própria renda ou até criem vagas de emprego para outras pessoas, e consequentemente contribuam com o crescimento econômico de Itaquá. É um trabalho muito importante, do qual estamos estruturando a cidade para ampliar", frisou o prefeito.

A maior parte das capacitações atualmente acontece através do projeto "Casa Aberta para Juventude e Adultos" da Secretaria de Desenvolvimento Social, que conta com a parceria da Associação Espírita Kardecista de Itaquaquecetuba (AEKI). Na Casa Aberta, que fica na avenida Ítalo Adami, 2.480, no bairro Rancho Grande, há oficinas nos três períodos - manhã, tarde e noite. A capacitação dura de dois a seis meses dependendo do curso. As oportunidades são para as áreas de manicure, depilação, cabeleireiro, maquiagem, corte e costura, panificação, pintura em tecido e pintura em tela.

Interessados nos cursos podem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Social pelo telefone 4647-0155.

Deixe uma resposta

Comentários