Verme!

Dizem as mídias sociais que, no "cultural" BBB, um dos participantes, usando de "português castiço e esmerada educação", tachou sua colega de "verme"! Sei lá o porquê do motivo do destempero de tal pessoa, mas, por mais que se reprove a linguagem, deu-me ele a exata noção de como denominar determinada pessoa, que tem se tornado frequentadora assídua da imprensa em razão dos descalabros que profere. Refiro-me ao desequilibrado Jair Bolsonaro, líder preconceituoso de desaforos os mais vulgares.

Esse senhor, que, covardemente, se escuda no manto de deputado para desferir infundados ataques, desta feita foi além daquilo que dele já se esperava! Em agressão clara às mulheres- e o faz tantas vezes, que se pode-se até duvidar da masculinidade que apregoa - sustentou que teve quatro filhos homens, mas que, na quinta vez fraquejou, e nasceu uma menina!

Estranho ter se esquecido que se seu avô, da mesma forma não "fraquejasse", ele sequer teria nascido; absurdo ter deixado de lado que, se seu sogro, não passasse pelo "mesmo problema", sua companheira, mãe dos "quatro homens", não teria vindo à luz!

Ou será, que em sua proclamada onipotência,o desprezível parlapatão se autofecunda! Desalmado, com seus maldosos impropérios, não se pode ocultar, ataca a própria mãe!

Foi além, no entanto! Após visitar quilombo, em atitude vil, informou que ali havia alguém com "tantas arroubas", tratando o irmão de cor diferente, como animal, gado de corte!

Na entrevista concedida, ainda sentenciou que, "dada a sua inferioridade, o negro não serve nem para procriar"!

Obtuso e sem caráter, o pretenso representante do povo, desfaz daqueles que, inferiorizados pelos poderes públicos, sempre se portaram com garbo e prestaram serviços os mais relevantes à Pátria.

Ignorante, sequer sabe que um dos nascedouros do homem foi exatamente o lago Turkana na África! Herético ao extremo agride verbalmente aquele a quem Deus fez à sua imagem e semelhança!

Até quando vamos ter que aguentar esse verme?

Deixe uma resposta

Comentários